Posts com a tag ‘mulheres’


Resenha: A Incendiária

Ficha técnica:

Nome: A Incendiária

Autor: Stephen King

Tradutora: Regiane Winarski

Páginas: 448

Editora: Suma

Compre aqui

Sinopse: Uma criança com o poder mais extraordinário e incontrolável de todos os tempos. Um poder capaz de destruir o mundo. Após anos esgotado no Brasil, A Incendiária volta às livrarias como parte da Biblioteca Stephen King, coleção de clássicos do mestre do terror em edição especial com capa dura e conteúdo extra. No livro, Andy e Vicky eram apenas universitários precisando de uma grana extra quando se voluntariaram para um experimento científico comandado por uma organização governamental clandestina conhecida como “a Oficina”. As consequências foram o surgimento de estranhos poderes psíquicos — que tomaram efeitos ainda mais perigosos quando os dois se apaixonaram e tiveram uma filha. Desde pequena, Charlie demonstra ter herdado um poder absoluto e incontrolável. Pirocinética, a garota é capaz de criar fogo com a mente. Agora o governo está à caça da garotinha, tentando capturála e utilizar seu poder como arma militar. Impotentes e cada vez mais acuados, pai e filha percorrem o país em uma fuga desesperada, e percebem que o poder de Charlie pode ser sua única chance de escapar.

A Incendiária é uma obra originalmente lançada em 1980 nos Estados Unidos do mestre Stephen King. Foi lançada aqui no Brasil anos depois, em uma edição que hoje se encontra esgotada; em 2018, porém, a Suma decidiu relançar o livro na Coleção Biblioteca Stephen King, com uma nova tradução, em uma edição capa dura lindíssima com detalhes em relevo e ilustrações nas primeiras páginas de cada capítulo, bem como um posfácio a mais no final da obra. É daquelas edições para se admirar e ter na estante, de verdade. E foi com esta nova edição que fiz minha primeira leitura desta obra clássica do mestre.

O poder ainda estava crescendo.




Terça livre: Escritoras de terror brasileiras

É a minha segunda Terça livre e eu JÁ ME ATRASEI. Affe. Bem, então nada mais justo que o tema que eu escolher seja o motivo do meu atraso, e foi porque eu estava preparando (na verdade, ainda estou) uma lista maravilhosa da escritoras brasileiras de terror.

Por quê?

Porque, como em tudo que fazemos, as mulheres não são ouvidas e são ignoradas.

Continue lendo…




Top Ten Tuesday: Dez livros escritos por mulheres

ttt2013

O Top Ten Tuesday é FREEBIE e veio hoje para aumentar sua lista de leituras, mas desta vez, só de autoras mulheres. Quantas obras de mulheres você já leu este ano? Quantas indica? Vamos ler mais mulheres? #LeiaMulheres

O Top Ten Tuesday é um meme semanal criado pelo blog The Broke and the Bookish!

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: Às vezes eu ouço minha voz em silêncio

Já fazia algum tempo que tinha baixado esse livro de contos da Priscilla Matsumoto. Ela é a autora do romance Ball Jointed Alice – Uma história de amor e morte (que ainda não li, mas pretendo; há uma ótima resenha dele no Livros de Fantasia) e de vários contos, entre eles, alguns que já li e resenhei por aqui como Biscoito, Girassol e Peixe (resenha aqui) e Autonomia (resenha aqui), duas obras brilhantes que aliás também se encontram em Às vezes eu ouço minha voz em silêncio, uma reunião sensível, deliciosa e imperdível de várias histórias da autora.

asvezesÀs vezes eu ouço minha voz em silêncio reúne histórias que dialogam com o fantástico, protagonizadas por personagens femininas em busca da própria linguagem. Às voltas com o silêncio, a repressão e a obscuridade, essas mulheres encaram as consequências originadas pela descoberta da própria voz.” Fonte

Temos que lutar contra o mundo e, ao mesmo tempo, fazer parte dele.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...