Posts com a tag ‘Os Hathaways’


Queridinhos do mês: Família Hathaway

Pois é, dessa vez não tem como eu escolher um só. Tive que escolher a família inteira! Ou melhor, a tribo inteira, como se refere Cam Rohan.

Vocês já devem ter visto nas resenhas que já publiquei que eu simplesmente amo a série escrita por Lisa Kleypas e não tinha mesmo como escolher um favorito. Na verdade, ela escreve de uma forma tão cativante que você acaba se apaixonando e ficando triste a cada término de história. A série terminou recentemente, o que deixou um vazio muito grande, mas tenho quase certeza de que teremos participações dos Hathaways em alguma série futura da autora.

Eu poderia falar aqui detalhadamente das características de cada membro da família e seus respectivos pares, mas acho que isso estraga um pouco a surpresa na hora da leitura. Então, vou tentar falar um pouco mais superficialmente, apenas para vocês entenderem porque gostei tanto dessa família.

Os Hathaways formavam um grupo extraordinário, espirituoso e cheio de vida, todos sempre dispostos a por novas ideias em prática. Eles implicavam, riam, discutiam e debatiam, mas havia uma bondade inata na forma como se tratavam. (Tentação ao Pôr do Sol)




Resenha: Paixão ao Entardecer

E chegamos ao final da série! Como vocês sabem, ano passado eu li por acaso o primeiro livro e acabei devorando! Então eu resolvi adquirir a série e acabei devorando todos os livros, super ansiosa pelo lançamento do último. Então, no começo do ano, a Arqueiro finalmente publicou o último livro, que fala da irmã mais nova dos Hathaways, Beatrix!

PAIXAO_AO_ENTARDECERSinopse: Mesmo sendo uma família nada tradicional, quase todos os irmãos Hathaways se casaram, até mesmo Leo, que era o mais avesso a essa ideia. Mas para a caçula Beatrix, parece não haver mais esperança.
Dona de um espírito livre, apaixonada por animais e pela natureza, Beatrix se sente muito mais à vontade ao ar livre do que em salões de baile. E, embora já tenha frequentado as temporadas londrinas e até feito algum sucesso entre os rapazes, nunca foi seriamente cortejada, tampouco se encantou por nenhum deles.
Mas tudo isso pode mudar quando ela se oferece para ajudar uma amiga.
A superficial Prudence recebe uma carta de seu pretendente, o capitão Christopher Phelan, que está na frente de batalha. Mas parece que a guerra teve um forte efeito sobre ele, e seu espírito, antes muito vivaz, se tornou bastante denso e sombrio.
Prudence não tem a menor intenção de responder, mas Beatrix acha que ele merece uma palavra de apoio – mesmo depois de tê-la chamado de estranha e dito que a jovem é mais adequada aos estábulos do que aos salões. Então começa a escrever para ele e assina com o nome da amiga. Beatrix só não imaginava o poder que as palavras trocadas teriam sobre eles.
De volta como um aclamado herói de guerra, Phelan está determinado a se casar com a mulher que ama. Mas antes disso vai ter que descobrir quem ela é. Fonte

No caminho até você, as palavras se transformaram nas batidas do meu coração gravadas em papel.




Resenha: Casamento Hathaway

Pouco antes de lançar Paixão ao Entardecer, a Arqueiro publicou essa side-story da série em formato de e-book e com download gratuito, contando como foi o casamento de Win Hathaway e Kev Merripen. É uma história bem curtinha e muito divertida.

UM_CASAMENTO_HathawaySinopse: Casamento Hathaway – Se ficou com vontade de conhecer os pormenores do casamento entre o Kev e Win esta é a sua historia! Descubra do que são capazes os Hathaway para concretizar seu amor nesta curta mas preciosa história da Lisa Kleypas.
Sejam todas bem-vindas a estas especiais bodas ao estilo particular da família Hathaway. Fonte

Essa resenha contém spoilers de Sedução ao Amanhecer, especificamente. Mas, sinceramente, o título já é o spoiler em si, então leiam sem medo.

Continue lendo…




Resenha: Manhã de Núpcias

MANHA_DE_NUPCIASSinopse: Quando herdou o título de lorde Ramsay, Leo Hathaway e sua família passavam por um dos momentos mais difíceis de sua vida. Mas agora as coisas vão bem. Três de suas quatro irmãs já estão casadas, uma preocupação que Leo nunca teve consigo mesmo. Solteiro inveterado, ele tem uma certeza na vida: nunca se casará.
Mas então a família recebe uma carta que pode pôr tudo isso em risco: se Leo não arrumar uma esposa e gerar um herdeiro dentro de um ano, ele perderá o título e a propriedade onde todos vivem.
Solteira e sem pretendentes, a governanta Catherine Marks talvez seja a única salvação da família que a acolheu com tanto carinho. O único problema é que Leo não compartilha do mesmo afeto que suas irmãs têm pela moça.
Para ele, Catherine é uma megerazinha cheia de opinião que fala demais. Apesar de irritá-lo e quase o levar à loucura, ela é a primeira – e única – mulher com quem ele considera se casar.
Catherine, por sua vez, tem uma opinião igualmente negativa a respeito do patrão. Além disso, ela esconde alguns segredos do passado e um deles pode destruir a vida que tão cuidadosamente construiu para si.
Agora Leo e Catherine precisam um do outro, mas para vencer as dificuldades e consertar as coisas eles terão que superar as turras e as diferenças, num romance intenso e sensual que só Lisa Kleypas poderia ter escrito. Fonte

É provável que a resenha contenha algum spoiler dos livros anteriores, mas não é nada que vá prejudicar sua leitura

Certas tentações eram irresistíveis, concluiu ele de forma atordoada. Pois eram tão persistentes que sempre iriam voltar, sem parar. Por isso era obrigatório ceder a elas – esse era o único jeito de se livrar.




Resenha: Tentação ao Pôr do Sol

Mais um livro da série Os Hathaways! Eu li os primeiros quatro livros ano passado, e vira e mexe ainda folheio todos eles. Hoje vamos falar da doce e cativante Poppy!

TENTACAO_AO_POR_DO_SOLSinopse: Poppy Hathaway está em Londres para sua terceira temporada de eventos sociais. Como nos dois anos anteriores, ela se hospedou com a família no hotel Rutledge. E, como nos dois anos anteriores, tudo indica que retornará a Hampshire sem ter encontrado um pretendente com quem se casar.
Apesar de ser extremamente bonita e gentil, Poppy tem duas grandes desvantagens em relação às outras moças: sua inteligência deixa muitos homens acuados e o fato de vir de uma família tão pouco convencional faz com que os melhores partidos nem sequer a abordem.
Mas o destino a coloca no caminho de Harry Rutledge, um homem de passado triste, que venceu na vida por conta própria e aprendeu a encarar tudo como um negócio. O dono do hotel não ama ninguém, confia em poucos e manipula todos. Porém, mesmo sendo tudo o que Poppy nunca almejou, ela não pode negar o fascínio que sente por ele.
Quando Harry conhece Poppy, é tomado pelo desejo. Ele imediatamente tem a certeza de que a jovem será sua – e, para o bem ou para o mal, não mede esforços para que isso aconteça.
Mas fascínio e desejo não serão suficientes para construir sua história, sobretudo quando uma traição põe em jogo as bases do relacionamento. Agora, é entre quatro paredes que eles tentarão resolver problemas e anular diferenças, num romance sensual em que seu futuro juntos pode mudar a cada toque, cada encontro, cada descoberta. Fonte

No conto de fadas que mencionou ontem à noite, eu provavelmente seria o vilão. Mas é possível que o vilão a trate melhor do que o príncipe teria tratado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 1 de 212