Posts com a tag ‘Romance’


Resenha: Lendo de cabeça para baixo

Ficha Técnica:

Título: Lendo de cabeça para baixo

Autor: Jo Platt

Tradutor: Angela Pessôa

Páginas: 288

Editora: Fábrica231

A felicidade parecia estar batendo à porta de Rosalind Shaw naquele que deveria ser o dia mais feliz da vida dela. Abandonada no altar, sem qualquer explicação ou justificativa, a jovem mergulha numa depressão sem fim, daquelas de passar dias e dias largada à frente da TV, sem força para sair do sofá. Até que um dia seu amigo Tom propõe que ela se torne coproprietária de uma loja de livros antigos, numa cidade do interior. Ro aceita a proposta e se torna sócia de Andrew, o reservado amigo de Tom, e conhece novos amigos, capazes de mudar a vida dela para sempre. Uma história leve e divertida sobre sentimentos feridos e mal-entendidos, equívocos e perdões. Fonte

Às vezes eu leio uma indicação de leitura e fico imaginando se ela não foi feita diretamente para mim. Esse foi o caso com Lendo de Cabeça para baixo. Eu li a resenha dele e achei que era a minha cara, fui lá logo após ler e comprei (sou dessas). Também sou dessas que compra e deixa o livro (no caso, e-book), de molho por algum tempo até pegar pra ler.

Continue lendo…




Resenha: Nove Desconhecidos

Ficha Técnica:

Título: Nove Desconhecidos

Autora: Liane Moriarty

Tradutora: Julia Sobral Campos

Páginas: 464

Editora: Intrínseca

Compre aqui

São nove estranhos, dez dias e um sem-número de surpresas. Cada qual por uma razão, eles compram um pacote de estadia no spa Tranquillum House, um balneário remoto ao norte de Sidney, na Austrália, a fim de se desintoxicar da própria vida – curar um luto, perder peso, lidar com a crise no casamento. Em comum, todos querem um pouco de paz, e o programa intitulado ”retiro exclusivo de dez dias para transformação total da mente e corpo” parece ideal. A aposta em meditação, ioga, terapias alternativas e alimentação saudável, sem álcool ou droga, naturalmente, tem tudo para ser uma escolha acertada.Quem nos conta isso é uma das internas, Frances Welty, uma escritora de meia-idade de best-sellers românticos apegada a aforismo literários que só quer esquecer o golpe que sofreu em seu ultimo relacionamento.” Vocês não vão ser mais as pessoas que são agora” é uma das promessas do spa. No inicio, a reação de todos é muito parecida: os nove então desconhecidos respondem de forma exultante aos tratamentos – inclusive a família Marconi, que passa no spa o aniversario de uma data marcante na vida dos três, o pai Napoleon, a mãe, Heather, e a filha, Zoe.
e Carmel Schneider, 39 anos, desiludida e recém-divorciada. E Tony Hogburn, 56 anos, viciado em remédios para emagrecer. E Ben e Jessica Chandler, que chegam para solucionar uma crise no casamento. Todos reagem de forma eufórica aos primeiros estímulos. Mas só depois vão descobrir por que. E tudo o que parecia tão certo, de repente, torna-se a causa de angustias infinitas e laços inesperados: o excesso de regras do espaço, o controle absoluto dos internos, o clima de mistério…Com sarcasmo, ironia e humor mais acido do que limonada sem açúcar, a autora questiona as promessas de transformação que se tornaram um produto dos novos tempos e a sobessa com a qual algumas pessoas parecem se agarrar a elas, provocando ainda reflexões originais sobre luto, o trauma e a recuperação. (Fonte)

Essa é uma resenha em dupla! As opiniões da Drika estão na cor padrão cinza, enquanto as da Karen aparecerão em azul. A Drika leu a edição especial capa dura do livro, cedida pela parceira Intrínseca, na caixa Intrínsecos, enquanto a Karen leu a edição comum presente nas livrarias, também cedida em parceria pela editora.

Não é de hoje que Liane Moriarty é uma das minhas autoras favoritas; desde que li O Segredo do Meu Marido (resenha aqui), o primeiríssimo dela que caiu no meu colo, adorei seu estilo de escrita e a maneira como desenvolve seus personagens de maneira tão íntima. Mas não sou a única aqui no blog que a autora conquistou; passeando pelas resenhas da Liane por aqui vocês encontram resenhas de todos os livros da escritora publicados no Brasil, nas vozes da Ale Gilos, minha e agora também da Drika. Essa é uma escritora fácil de amar, assim como seus personagens, e seu mais novo lançamento é um exemplo claro disso.

Continue lendo…




Resenha: Minha vida (não tão) perfeita

Ficha técnica:

Nome: Minha vida (não tão) perfeita

Autor: Sophie Kinsella

Tradutor: Carolina Caires Coelho

Páginas: 406

Editora: Record

Dramas, confusões e uma boa dose de amor são os ingredientes do novo romance de Sophie Kinsella. Uma divertida crítica aos julgamentos errados que uma boa foto no Instagram pode gerar. Cat Brenner tem uma vida perfeita mora num flat em Londres, tem um emprego glamoroso e um perfil supercool no Instagram. Ah, ok… Não é bem assim… Seu flat tem um quarto minúsculo sem espaço nem para guarda-roupa , seu trabalho numa agência de publicidade é burocrático e chato, e a vida que compartilha no Instagram não reflete exatamente a realidade. E seu nome verdadeiro nem é Cat, é Katie. Mas um dia seus sonhos se tornarão realidade. Bom, é nisso que ela acredita até que, de repente, sua vida não tão perfeita desmorona. Demeter, sua chefe bem-sucedida, a demite. Tudo o que Katie sempre sonhou vai por água abaixo, e ela resolve dar um tempo na casa da família, em Somerset. Em sua cidadezinha natal, ela decide ajudar o pai e a madrasta com a nova empreitada do casal: os dois planejam transformar a fazenda da família em um glamping, uma espécie de camping de luxo e estão muito empolgados com o novo negócio, mas não sabem muito bem por onde começar. E não é justamente lá que o destino coloca Katie e sua ex-chefe cara a cara de novo? Demeter e a família vão passar as férias no glamping, e Katie tem a chance de, enfim, colocar aquela megera no seu devido lugar. Mas será que ela deve mesmo se vingar da pessoa que arruinou sua vida? Ou apenas tentar recuperar seu emprego? Demeter – a executiva que tem tudo a seus pés – possui mesmo uma vida tão perfeita, ou quem sabe, as duas têm mais em comum do que imaginam? Por que, pensando bem, o que há de errado em não ter uma vida (não tão) perfeita assim? Continue lendo…




Resenha: Norte e Sul

Ficha técnica: 

Nome: Norte e Sul

Autor: Elizabeth Gaskell

Tradutor: Anna Duarte e Carlos Duarte

Páginas: 746

Editora: Martin Claret

Compre aqui

Sinopse: Publicado em 1854, ”Norte e Sul” retrata os efeitos da Revolução Industrial no solo inglês. As personagens principais: Mr. Thornton e Margaret dualizam o norte (industrial, sujo e sem modos) e o sul (bucólico e aristocrático). O relacionamento entre os dois pode evocar no leitor lembranças de Orgulho e Preconceito, pois, assim como na obra de Austen, as personagens de Gaskell também precisam passar por cima das convenções sociais e dos pré-conceitos em busca do amor e da realização. O romance ”Norte e Sul” foi escrito e publicado na revista Household Words na forma de folhetim, como era de costumeiro, no ano de 1854, quando a Inglaterra sofria os efeitos da Revolução Industrial e das mudanças delas advindas. A mola propulsora do enredo é a mudança da família de Margaret, da idílica cidade de Helstone, sul da Inglaterra, para o centro industrial de Milton-North.

Continue lendo…




Resenha: Princesa das Cinzas

Ficha técnica:

Título: Princesa das Cinzas

Autor: Laura Sebastian

Tradutor: Raquel Zampil

Páginas: 352

Editora: Arqueiro

Compre aqui

Theodosia era a herdeira do trono de Astrea quando seu reino foi invadido, deixando um rastro de destruição.
Dez anos depois, a princesa, órfã, prisioneira e subjugada, percebe que não lhe resta mais nada, a não ser lutar pela própria liberdade.
O passado, que por tanto tempo ficou enterrado, agora precisa vir à tona para mostrar a Theodosia os caminhos que poderão levá-la de volta ao trono.
Mas Theo conseguirá ser a rainha de que seu povo precisa? Ou será que anos de humilhações transformaram a herdeira da Rainha do Fogo em meras cinzas?

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...