Posts com a tag ‘Romance’


A Cuca Recomenda: Boy’s Love – Flor de Ameixeira

Nessa Bienal encontrei muita gente bacana: leitores, blogueiros, amigos e, claro, escritores (tem mais sobre a Bienal nesse link)! Uma dessas pessoas foi a Dana Guedes, autora de um dos contos na antologia Boy’s Love – Sem preconceitos, sem limites (da qual participo com um conto também) e do light novel Boy’s Love – Flor de Ameixeira. Depois que li o conto da Dana na antologia – a caminho do Rio – já criei altas expectativas (o conto é delicioso!), e fico feliz de dizer que o seu livro – que li na volta do Rio! – superou minhas expectativas e, além de igualmente delicioso, tem uma pegada que eu A-DO-REI de terror japonês, sem perder, é claro, o romance super kawaii.

boyslove-florameixeira-CAPA-72“Poderá o amor florescer enquanto enfrentam o rancor daqueles que já se foram?

Nunca é fácil recomeçar. Especialmente para garotos tímidos e solitários como Naoki Fujimoto. Ao mudar-se para a tranquila e bela cidade de Kushiyama, no interior do Japão, o rapaz depara-se com um conturbado começo de ano letivo na nova escola. O bullying, porém, está longe de ser o pior que poderia acontecer.

Quando conhece Takuma e seus amigos, parece que há uma chance de ter uma boa convivência nessa nova fase de sua vida. Até que eles o desafiam a um teste de coragem. Naoki é forçado a participar do Kokkuri-san, um jogo macabro para conversar com os mortos. Mas essa brincadeira desperta uma tragédia real, que manchou para sempre as paredes da escola, e passa a persegui-los para além de seus limites.

Boy’s Love – Flor de Ameixeira é uma sensível história de amor de Dana Guedes com desenhos de Nyao (Kuloh). Entre mistério e medo, os laços de Naoki e de Takuma se estreitam e seus sentimentos desabrocham como a linda ume, a flor de ameixeira, que colore as ruas. Una-se a eles nessa paixão que pode ser assustadora como os espíritos amargurados, ou aconchegante como o sol que brilha na fria primavera japonesa.” Fonte

Nunca havia sentido algo assim. As dúvidas e explicações ficariam para depois.




Resenha + Sorteio: A Playlist de Hayden

A playlist“Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.”

Sam sabe de três coisas: houve uma briga na festa que ele e seu melhor amigo Hayden estavam e, no dia seguinte, ele estava morto. Uma garrafa de bebida e um vidro de Valium com o nome da mãe de Hayden vazio eram as provas de que ele havia cometido suicídio. Além disso, no chão, havia um pendrive e uma folha arrancada de caderno onde era possível ler a seguinte mensagem:

“Para Sam. Ouça. Você vai entender.”

Continue lendo…




Resenha: O Despertar do Príncipe

Eu já conhecia a escrita da Collen Houck, mas confesso que travei em sua primeira série (sim, eu só li os dois primeiros livros de A Maldição do Tigre, mas pretendo mudar isso em breve mais ou menos). Mas quando a Arqueiro anunciou o lançamento dessa nova série, não contive a curiosidade e tive que me aventurar nela.

O_DESPERTAR_DO_PRICIPESinopse: Quando a jovem de dezessete anos, Lilliana Young, entra no Museu Metropolitano de Arte certa manhã, durante as férias de primavera, a última coisa que esperava encontrar é um príncipe egípcio ao vivo com poderes divinos, que teria despertado após mil anos de mumificação. E ela realmente não poderia imaginar ser escolhida para ajudá-lo em uma jornada épica que irá levá-los por todo globo para encontrar seus irmãos e completar uma grande cerimônia que salvará a humanidade.Mas o destino tem tomado conta de Lily, e ela, juntamente com seu príncipe sol, Amon, deverá viajar para o Vale dos Reis, despertar seus irmãos e impedir um mal em forma de um deus chamado Seth, de dominar o mundo. Fonte

Continue lendo…




Resenha: Léxico

Quando vi o lançamento de Léxico, logo me interessei. Não sabia o que esperar da história, mas logo me pareceu um daqueles filmes de ação que você só consegue perceber os elos lá pela primeira hora de filme. Vou tentar explicar para vocês.

LEXICOSinopse: Uma organização treina jovens talentosos para controlar a mente e o comportamento das pessoas usando combinações específicas de palavras. Os iniciados deixam suas verdadeiras identidades para trás e passam a usar nomes de poetas.
Identificada como um prodígio na arte da persuasão, Emily Ruff, que ganha a vida com truques de cartas nas ruas de São Francisco, é enviada para o treinamento em uma escola da organização e começa a aprender a técnica letal. Quando os líderes da instituição descobrem que ela está se envolvendo com outro aluno, Emily recebe uma missão aterrorizante.
Wil Parke, carpinteiro, sofre de amnésia. Um dia ele já soube o significado da palavrárida, um artefato com o poder de colocar o planeta em risco. No entanto, não lembra mais. Wil é sequestrado por dois agentes brutais, que acabaram de matar sua namorada, desesperados para impedir que um membro da organização, de codinome Virginia Woolf, cause uma grande destruição.
Em seu novo livro, Max Barry constrói uma trama sombria na qual as palavras são como armas e os tipos mais vis usam como pseudônimos grandes nomes da literatura.
“Um dos melhores livros que li em muitos anos. Obra-prima.”Hugh Howey, autor da trilogia Silo
“Uma combinação de excelentes personagens, trama criativa usando aspectos linguísticos e uma história aterrorizante.”The Guardian. Fonte

Continue lendo…




Resenha: Eu odeio te amar

Eu odeio te amar“Débora estava prestes a viver o dia mais feliz de sua vida. Tudo estava pronto para o casamento perfeito com Felipe, o noivo mais lindo e fofo que alguém poderia ter. O apartamento estava arrumado, e todos os detalhes da lua de mel na Grécia, acertados. Até um novo emprego na redação de uma revista feminina a esperava na volta da viagem. Seria o começo de uma nova etapa de uma vida com a qual ela sempre sonhou. Na véspera da cerimônia, o noivo precisou ficar até mais tarde no escritório para resolver as últimas pendências, e ela resolveu fazer uma surpresa e aparecer sem avisar. Mas quem foi surpreendida foi ela: pegou Felipe em flagrante com a irmã do sócio, na situação mais comprometedora possível. O que fazer? Armar um escândalo e terminar tudo? Esquecer o que viu, casar e ser feliz para sempre? O que fazer quando se sente, ao mesmo tempo, um amor profundo e um ódio avassalador? Para Débora, a resposta é: criar um plano maluco para sair dessa situação e dar a volta por cima!”

Com todo o meu amor por chick-lits, é claro que eu me interessei por “Eu odeio te amar”, de Liliane Prata. Ele tinha tudo para ser aquele livro divertido, que faz o leitor dar várias risadas durante as aventuras da protagonista… Mas, infelizmente, não foi isso o que aconteceu.

Eu odeio te amar é narrado por Débora, que na véspera da cerimônia do seu casamento se depara com uma situação nada agradável. Ela fez uma surpresa para o seu noivo no escritório e acaba o flagrando em uma posição muito comprometedora com Luma, a irmã do sócio. Débora sai sem que ninguém percebesse e então começa a pensar no que fazer. Débora decide continuar com o casamento e na hora do famoso “sim”… Ela iria chocar todo mundo e dizer “não”. Porém, na hora do casamento, Débora muda completamente os planos e decide que ela vai casar sim, mas nada de “felizes para sempre” para eles. Ela pretende traí-lo com alguém… E assim fazê-lo sofrer da mesma forma que ela.

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...