Posts com a tag ‘Romance’


Resenha: Em pedaços

Ficha técnica:

 Nome: Em pedaços

 Autora: Lauren Layne

 Tradução: Lígia Azevedo

 Páginas: 247

 Editora: Paralela

Compre aqui

 

Nessa recontagem moderna de a Bela e a Fera, Lauren Layne nos traz uma história irresistível de perdão, cura e, acima de tudo, amor.
Aos 22 anos, Olivia Middleton tem Nova York aos seus pés. Por fora, ela é a garota perfeita — linda, inteligente e caridosa. Mas por dentro ela guarda um segredo terrível: um erro que a afastou das duas únicas pessoas que realmente importavam na sua vida. Determinada a esquecer o passado, ela deixa Manhattan e vai trabalhar como cuidadora de um soldado recém chegado da guerra. Mas o que ela não esperava era que seu paciente fosse um jovem enigmático de 24 anos tão amargurado quanto cativante.
Paul Landon está furioso — com o mundo, com a vida, com o seu pai e, acima de tudo, consigo mesmo. Depois de sofrer na pele os horrores da guerra do Afeganistão, a última coisa que ele quer é a companhia de uma princesa novaiorquina linda, mimada e irritante. A presença de Olivia parece tóxica para Paul, mas ele não consegue afastá-la, mesmo tentando muito. Por mais que lutem contra uma atração intoxicante, Paul e Olivia não conseguem se manter distantes.
Agora, precisam decidir: eles vão ajudar um ao outro a curar as feridas do passado ou vão se manter, para sempre, em pedaços?

Em pedaços é o primeiro livro da série Recomeços de Lauren Layne. Cada livro vai recontar um conto, neste caso o de A Bela e a Fera. Não, ele não é um livro que tenta passar todos os acontecimentos da história original para o mundo moderno. Ao contrário, ele se baseia apenas na ideia geral do livro. Paul Landon é a “fera” – depois de sofrer os horrores da guerra do Afeganistão, que deixaram marcas físicas e psicológicas, ele vive recluso na sua mansão. O seu pai, com medo de que ele fique sozinho, tenta contratar um cuidador, mas todos eles são assustados por Paul e nenhum dura muito tempo. Por isso, ele dá um ultimato: ou Paul fica por 3 meses com a nova cuidadora ou ele não receberá mais nenhum dinheiro. E essa cuidadora é Olivia Middleton a “bela” nessa versão – a garota perfeita de Nova York que quer a todo custo fugir de algo que aconteceu no seu passado. E ela vai fazer tudo o que seja necessário, nem que seja ir para o meio do nada cuidar de um sobrevivente de guerra mesmo tendo zero experiência nisso.

Continue lendo…




Resenha: Quando a noite cai

 Ficha Técnica:

 Nome: Quando a noite cai

 Autor: Carina Rissi

 Páginas: 476

 Editora: Verus

 Compre aqui

 Sinopse:  Briana Pinheiro sabe que não é a pessoa mais sortuda do mundo. Sempre que ela está por perto algo vai mal, especialmente no trabalho. Por isso é tão difícil manter um emprego. E a garota realmente precisa de grana, já que a pensão da família não anda nada bem. Mas esse não é o único motivo pelo qual Briana anda perdendo o sono. Quando a noite cai e o sono vem, ela é transportada para terras distantes: um mundo com espadas, castelos e um guerreiro irlandês que teima em lhe roubar os sonhos… e o coração. Depois de ser demitida — pela terceira vez no mês! —, Briana reúne coragem e esperanças e sai em busca de um novo trabalho. É quando Gael O’Connor cruza seu caminho. O irlandês de olhar misterioso e poucas palavras lhe oferece uma vaga em uma de suas empresas. Só tem um probleminha: seu novo chefe é exatamente igual ao guerreiro dos seus sonhos. Enquanto tenta manter a má sorte longe do escritório, Briana acaba por misturar realidade e fantasia e se apaixona pelo belo, irresistível e enigmático Gael. Em uma viagem à Irlanda, a paixão explode e, com ela, o mundo de Briana, pois a garota vai descobrir que seu conto de fadas está em risco — e que talvez nem mesmo o amor verdadeiro seja capaz de triunfar…

Mas estamos românticas nos últimos dias, hein? Deve ser culpa do Dia dos Namorados porque a resenha de hoje é de um romance brasileiro que é muito meu #otp!

Continue lendo…




Resenha: Mais que amigos

Ficha Técnica:

Nome: Mais que amigos

Autor: Lauren Layne

Tradução: Alexandre Boide

Páginas: 256

Editora: Paralela

Compre aqui

 Sinopse:  Será que vale a pena arriscar uma grande amizade em troca de um amor inesquecível?
Aos vinte e dois anos, a jovem Parker Blanton leva a vida que sempre sonhou. Tem um namorado inteligente e responsável, um emprego promissor e a companhia de seu melhor amigo, Ben Olsen, com quem divide um lindo apartamento. Parker e Ben são tão grudados que muita gente duvida que eles morem sob o mesmo teto sem nunca ter vivido um caso, mas eles não se importam com o que as pessoas pensam. Sabem que não foram feitos um para o outro — pelo menos não para se envolver. Por isso, quando um acontecimento inesperado faz com que Parker se veja sem namorado e com o coração partido, ela sabe que pode contar com Ben para ajudá-la a sacudir a poeira e partir para outra. Afinal, ninguém seria mais ideal do que seu melhor amigo para lhe mostrar os prazeres da vida de solteiro… certo?

Semana do Dia dos Namorados está aí e nada melhor do que a resenha de um romance (com conteúdo adulto, como já avisa a capa), né?

Mais que amigos é aquele típico clichê que a gente adora amar (não gente, não é redundância, é a mais pura verdade). Nele conhecemos a Parker que é a melhor amiga de Ben e eles inclusive são colegas de apartamento. Claro que nem tudo são flores, eles são bem diferentes, mas apesar disso conseguem conviver muito bem. Ele não tem namorada mas cada semana sai com uma pessoa diferente. Ela, tem um namorado e um emprego que são perfeitos.

Continue lendo…




Resenha: O Ar que ele respira

O ar que ele respira

  Ficha Técnica:

  Nome: O ar que ele respira

  Autor: Brittainy C. Cherry

 Tradução: Meire Dias

  Páginas: 308

  Editora: Record

  Compre aqui

  Sinopse: Como superar a dor de uma perda irreparável? Elizabeth está tentando seguir em frente. Depois da morte do marido e de ter passado um ano na casa da mãe, ela decide voltar a seu antigo lar e enfrentar as lembranças de seu casamento feliz com Steven. Porém, ao retornar à pequena Meadows Creek, ela se depara com um novo vizinho, Tristan Cole. Grosseiro, solitário, o olhar sempre agressivo e triste, ele parece fugir do passado. Mas Elizabeth logo descobre que, por trás do ser intratável, há um homem devastado pela morte das pessoas que mais amava. Elizabeth tenta se aproximar dele, mas Tristan tenta de todas as formas impedir que ela entre em sua vida. Em seu coração despedaçado parece não haver espaço para um novo começo. Ou talvez sim. Fonte

Continue lendo…




Resenha: Todas as coisas belas

Você é livre para ser quem quiser — mesmo que isso tenha um preço.

Aos 18 anos, Nanette O’Hare é a típica boa garota. No fundo, porém, ela nunca se sentiu realmente parte do grupo, sufocando em um permanente desconforto com diversas atitudes das amigas e com os padrões sociais. Mas tudo muda quando, no último ano do colégio, ela ganha um livro de seu professor preferido, o clássico cult O Ceifador de Chicletes, e fica fascinada com a mensagem de que ela pode ser de fato quem é. Nanette se torna amiga do recluso autor e se apaixona por Alex, um jovem poeta que também é fã do livro. Encantada com esse novo mundo que se abre, ela se permite, pela primeira vez, tomar as próprias decisões. No entanto, aos poucos Nanette percebe que a liberdade pode ser um desejo arriscado e começa a se perguntar se a rebeldia não cobra um preço alto demais.

Todas as coisas belas é um livro do Matthew Quick – sim, do mesmo autor de “O lado bom da vida”. Eu gostei bastante desse livro e confesso que fiquei curiosa em ler algo dele com personagens mais novos. Eu odeio comparações entre autores (porque eu acredito que cada um é único), mas não tem como não dizer que esse livro tem um “feeling” bem John Green. Claro que ele tem características bem próprias do Matthew, mas se você está na dúvida do que esperar do livro, eu acho que essa é a melhor definição.

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...