Posts com a tag ‘Séries’


Resenha: Amnésia

A Editora Gutenberg veio com ótimos lançamentos agora em fevereiro. A Lany já resenhou um deles aqui, e quando separamos os lançamentos, solicitei Amnésia. Li a sinopse e achei incrivelmente instigante, portanto, enchi-me de expectativas. Esse é um livro bom, no geral, e eletrizante em vários momentos, mas eu ainda esperava mais. Há algo na escrita de Jennifer Rush que não me cativou o suficiente para que eu devorasse o livro.

“Quando você não pode confiar em suas lembranças, em quem acreditar? A vida de Anna está cercada de segredos. Seu pai trabalha para a Agência e lidera um projeto confidencial: monitorar e coordenar o tratamento de quatro rapazes alterados geneticamente, que vivem no laboratório localizado no porão de sua casa. Nick é formal e taciturno, Cas é alegre e brincalhão, Trev é inteligente e carinhoso, e Sam é o dono do coração de Anna. Por algum motivo, eles perderam a memória e não se lembram de fatos fundamentais que viveram.

Quando a Agência decide que é hora de levá-los, Sam organiza uma fuga, e o pai de Anna a instiga ir com eles. Diante desse estranho acontecimento, e do pedido dele ao jovem para que mantenha a filha longe da organização a qualquer custo, ela começa a questionar tudo o que achava saber sobre si e logo descobre que ela e Sam estão conectados de uma maneira que jamais poderiam imaginar. E, se ambos quiserem sobreviver, deverão juntar as peças que reconstituem seu passado antes que a Agência roube deles o que ainda resta de sua vida.” Fonte

A citação me lembrou daquela sensação que temos quando começamos a acordar de um sonho que não queremos deixar escapar. A sensação esmagadora no centro do seu peito, como se fosse perder uma peça importante de si que nunca mais será recuperada.




A Cuca Recomenda: O Clube dos Herdeiros

Semana passada eu e a Cuquete resenhamos Aristocracia Perdida, o prólogo desse livro, que conta a história dos pais da geração retratada em O Clube dos Herdeiros, de Fabiana Madruga (curiosos? Leia a resenha aqui!). Nós demos uma discreta surtada naquela resenha e esperamos tê-los deixado bem curiosos para o livro! Porque, se eu e a Lany adoramos o conto, imagina o livro! Por isso, segurem-se em seus fusquinhas Porsches ou qualquer outro carrão, porque essa resenha vai ser ainda mais surtada! E como eu achei o livro fofo… bem, pode ser que um meteoro caia sobre nossas cabeças em breve. Corram para as colinas e leiam essa resenha! Vocês já leram em alguma resenha a Karen chamar algum livro de fofo? Não? Nem eu! Então realmente, preparem-se porque o mundo vai acabar. O fim está próximo, queridos. Aproveitem para pegar o próximo avião para Paris!

“Hoje deve ser seu dia de sorte. Sim, é com você que estou falando! Ao virar a próxima página, será como se tivesse ganhado um passe livre, uma tão cobiçada credencial, um passaporte com visto para um mundo que mal se vê pela fechadura. Você poderá conhecer cada um dos membros da nova aristocracia do Rio de Janeiro e saber o que realmente se passa na vida, na cabeça e no coração deles (e eu aposto como você jurou que isso nem existia!). Só me sinto na obrigação de te alertar a respeito do principal perigo que ameaça aqueles que se julgam sortudos por cruzar essa linha: você vai descobrir que as coisas podem não ser como você imaginava, e ter vontade de correr de volta para o seu mundo seguro, que antes pareci a tão medíocre. Mas não precisa correr tanto. No meio do caminho eu sei que você vai dar meia-volta e perceber que não vai mais a lugar nenhum. O Clube dos Herdeiros pode não ser nada parecido com um conto de fadas… mas não há como não se apaixonar perdidamente por ele! Pense bem antes de aceitar o convite: existem festas que duram a vida inteira…” Fonte

Leia, leia, leia!




A Cuca Recomenda: Aristocracia Perdida

A Cuca hoje vem recomendar um conto junto com sua fiel escudeira, a Cuquete Lany (que ultimamente anda lendo mais livros brasucas do que eu!). A autora Fabiana Madruga entrou em contato com a gente para lermos e resenharmos tanto o seu livro O Clube dos Herdeiros, quanto o prólogo do livro, o conto Aristocracia Perdida, que já está disponível para compra em e-book. Confesso que fiquei com um pouco de medo, já que está muito fora da minha zona de conforto (vocês sabem, eu não sou uma pessoa fofa…) Aí eu chamei a Lany para ler e… acabou que eu e a Lany lemos (ou melhor, devoramos) o conto e o livro em pouquíssimos dias! E a gente a-do-rou! Portanto: preparem-se para a primeira resenha surtada (na semana que vem tem a resenha do livro)!

“Antes da Zona Sul do Rio de Janeiro ter como reis os membros do Clube dos Herdeiros, já existia uma outra geração provando que toda monarquia é hereditária. No fim dos anos 80, as moças de família do Colégio Notre Dame e os Bad Boys das rivais GU e GA no Leblon viviam dramas e romances acompanhados de perto por toda a juventude carioca da época. Muito antes de Manuela, Helena e Guilherme nascerem, a chamada Aristocracia Perdida ditava a moda, as regras e o futuro dos que estavam por vir. A moda podia ser muito diferente nos anos 80, e você pode achar extremamente exótico que ninguém tivesse celular, computador ou internet. Mas naquele tempo, Lilian, Alice, Helô e Jacqueline já lidavam com coisas que não mudam nunca: amizades sinceras, traições, paixões arrebatadoras, corações partidos, escolhas erradas e pessoas certas. O que a Aristocracia Perdida tem a ver com O Clube dos Herdeiros? Tudo! Volte ao passado e descubra muito mais sobre o presente e o futuro dos personagens dessa história que, agora sim, vai começar.” Fonte

Leia agora esse conto!




A Cuca Recomenda: Terra Morta – Fuga

Adquiri esse o e-book de Terra Morta – Fuga há alguns meses, quando a Editora Draco fez uma promoção dele. Antes disso eu já estava curiosa para ler essa versão do apocalipse zumbi pelo autor Tiago Toy. Ainda não conhecia o trabalho dele, mas como o livro foi publicado pela Draco, em 2012, é claro que eu já esperava algo bom, afinal, a editora é bem seletiva com seu material. Qual não foi minha surpresa quando o próprio autor, Tiago, entrou em contato com a gente para uma parceria? (portanto, fiquem de olho que vamos ter promoção!) Logo subi o livro na minha enorme pilha de leituras e praticamente o devorei durante a Maratona Literária. Ágil, vibrante, empolgante e cheio de reviravoltas, Terra Morta – Fuga é o melhor livro de zumbis brasileiro que eu já li.

“Romance de estréia de Tiago Toy, “Terra Morta – Fuga” imagina o apocalipse zumbi ambientado em São Paulo. Em ‘Terra Morta: Fuga’, o leitor acompanhará uma saga de sobrevivência ao terrível mal que assolou o interior de São Paulo e agora se dirige à capital. Tiago é um rapaz introspectivo que sempre sonhou em viver na megalópole de São Paulo e buscar novos desafios. Só não imaginava que sua chance chegaria da pior maneira possível. Jaboticabal, sua cidade natal, é o cenário de um terrível apocalipse zumbi, uma tragédia que parece saída de um videogame ou filme de terror. De repente, o jovem acostumado a treinos de parkour e muito trabalho, precisa lutar para sobreviver. Nenhum local é seguro, ninguém mais é confiável, água e comida não são mais garantidas no dia a dia. Mesmo que a mente custe a acreditar, não há tempo para duvidar da realidade. A única opção é fugir. A cada pessoa que Tiago encontra, uma surpresa. Aliado ou inimigo? Nunca uma certeza. Tiago e seus companheiros deverão enfrentar o passado e seus medos, e em meio a um mar de zumbis canibais, descobrirão que o maior inimigo ainda são os humanos. Descubra a origem da infecção enquanto corre sem parar, uma aventura dramática que é sucesso na internet e agora se torna uma série de livros. Pegue apenas o necessário e corra sem olhar para trás.” Fonte

Fé. É algo que ela não perdeu. O mesmo que eu deveria ter feito após tudo o que passei. Mas a pergunta é: Ainda há esperança?




Resenha: Prodigy + Champion

Vocês devem ter achado muito estranho o título. Mas como assim a resenha de dois livros em um único post? Pois é! Eu li Champion e o livro foi TÃO BOM que eu simplesmente tinha que fazer a resenha dele! Mas quando eu entrei aqui no PEP percebi que… Bem, eu não tinha feito ainda a resenha de Prodigy. Mas como eu já li o livro faz muito tempo, não teria como eu fazer uma resenha completa sem reler o livro. Por isso, vou comentar sobre a minha opinião no geral sobre o segundo livro da série Legend e a resenha detalhada sobre o terceiro e último livro, Champion.

ATENÇÃO: Essa parte da resenha contém spoilers de Legend.

Prodigy“Os opostos perto do caos. Depois que um cataclismo atingiu o planeta Terra, extinguindo continentes inteiros, os Estados Unidos se dividiram em duas nações em guerra: a República da América, a oeste, e as Colônias, formadas pelo que restou da costa leste da América do Norte. June e Day, a menina prodígio e o criminoso mais procurado da República, já estiveram em lados opostos uma vez. Agora eles têm a oportunidade de lutar lado a lado contra o controle e a tirania da República e, assim, alterar para sempre o rumo da guerra entre as duas nações. Resta saber se estão preparados para pagar o preço que as transformações exigirão deles.”

 

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 30 de 43« Primeira...1020...2829303132...40...Última »