Posts com a tag ‘sessão da tarde’


Resenha: Uma noite como esta

Uma Noite Como EstaDaniel Smythe-Smith passou três anos exilado na Itália depois de um duelo com seu amigo, o gênio matemático Hugh Prentice, e quase o fez perder uma perna. Com isso o pai de Hugh, Lorde Ramsgate, o ameaçou dizendo que se ele não saísse do país seria morto, mas um dia ele recebe a visita de seu amigo, que o libera para voltar à Inglaterra…
Ele volta justamente no dia da apresentação do Quarteto, mas encontra uma pessoa diferente ao piano, Anne Wynter, a governanta de suas primas. Ao olhar para ela, ele fica encantado e, ao final da tortura apresentação ele corre para encontrá-la.
Anne Wynter (ou melhor, Annelise Shawcross) esconde seu passado de todos, pois ela teve que se afastar de sua família, após ser enganada e humilhada por seu amado. Após ser afastada de sua família, Anne foi contratada para cuidar das meninas Pleinsworth, primas de Daniel. E apesar da tentativa de manter seu passado oculto, Lady Pleinsworth desconfiava que ela era de origem nobre e tinha motivos para negar sua criação. (…) Fonte

Continue lendo…




Resenha: Hoje vai ser diferente

Hoje Vai Ser DiferenteEleanor Flood sabe que sua vida está uma bagunça. Mas hoje vai ser diferente. Hoje ela vai tomar banho e vestir roupas decentes. Vai à aula de ioga depois de deixar seu filho Timby na escola. Vai almoçar com uma velha amiga. Não vai suar. Vai transar com o marido Joe. Mas antes que possa colocar seu humilde plano em ação… a vida a surpreende e ela é forçada a abandonar suas humildes ambições e acordar para um novo e inesperado futuro.

Hoje Timby decidiu fingir que está doente para passar algum tempo na companhia da mãe. Também é o dia em que o cirurgião Joe decidiu avisar à sua recepcionista — e não à sua esposa — que está de férias. E quando parece que as coisas não podem mais dar errado, um antigo colega de trabalho de Eleanor desenterra uma relíquia do passado: páginas que contam um dos segredos mais bem guardados de Eleanor.

De autoria da maravilhosa e premiada Maria Semple, Hoje vai ser diferente é uma história hilária e otimista sobre uma mulher que acorda determinada a ser a melhor versão de si mesma. Fonte

Hoje vou dar o melhor de mim, vou ser a pessoa que sou capaz de ser. Hoje vai ser diferente.




Resenha: Codinome Lady V

Quando esse livro foi lançado, eu fiquei imaginando que tipo de leitura eu teria. Então, um tempo depois, resolvi adquiri-lo, mas mesmo assim o deixei de lado. Quando soube que a Gutenberg realizaria um encontro sobre ele, eu resolvi finalmente começar a ler.

Não consegui ir ao encontro (de novo…), mas consegui terminar de ler o livro e agora quero contar o que achei dele.

Codinome Lady VCansada de rejeitar pretendentes interessados apenas em seu dote escandalosamente vultoso, Minerva Dodger decide que é melhor ser uma solteirona do que se tornar a esposa de alguém que só quer seu dinheiro. No entanto, ela não está disposta a morrer sem conhecer os prazeres de uma noite de núpcias e, assim, decide ir ao Clube Nightingale, um misterioso lugar que permite que as mulheres tenham um amante sem manchar sua reputação.

Protegida por uma máscara e pelo codinome Lady V, Minerva mal consegue acreditar que despertou o desejo de um dos mais cobiçados cavalheiros da sociedade londrina, o Duque de Ashebury. E acredita menos ainda quando ele começa a cortejá-la fora do clube. Por mais que ele seja tudo o que ela sempre sonhou, Minerva não pode correr o risco de ele descobrir sua identidade, e não vai tolerar outro caçador de fortunas.

Depois de uma noite de amor com Lady V, Ashe não consegue tirar da cabeça aquela mulher de máscara branca, belas pernas e língua afiada. Mesmo sem saber quem ela é, o duque nunca tinha ficado tão fascinado por nenhuma outra mulher antes.

Mas agora, à beira da falência, ele precisa arranjar muito dinheiro, e rápido. Sua única saída é se casar com alguma jovem que tenha um belo dote, e sua aposta mais certeira é a Srta. Dodger, a megera solteirona que tem fama de espantar todos os seus pretendentes. Fonte

Continue lendo…




Resenha: Becky Bloom em Hollywood

Para quem já conhece o blog já há um bom tempo, sabe que sou mega fã de Sophie Kinsella e que essa paixão veio com nossa querida Becky. Inclusive, consegui um autógrafo da Sophie na época do lançamento. Nem preciso dizer que fiquei nas nuvens, né? *__*
Ela é muito linda, gente! *momento fan-girl*

BECKY_BLOOM_EM_HOLLYWOODLos Angeles, reduto das celebridades mais famosas do mundo, de estilo de vida enlouquecedor e perdulário, cenário perfeito para que Rebecca Brandon (ex-Bloom) possa realizar suas fantasias mais glamorosas. E é para lá que ela e a família vão quando seu marido Luke é contratado para cuidar da carreira da famosa atriz Sage Seymour – e para Becky isso é um sinal de que ela está destinada a ser produtora de moda da badaladíssima celebridade e, quem sabe, também das maiores estrelas de Hollywood. Mas, assim que chega a LA, Becky descobre que sua rotina não será apenas de luxo e glamour. Alicia, uma rival do passado, também está na cidade. E o pior, é a queridinha das mães da concorridíssima pré-escola de Minnie. E o sonho de cuidar do look de Sage parece mais difícil do que ela imaginava. Até porque Luke vive adiando apresentar as duas. Então, por uma manobra do destino, Becky tem a chance de produzir a arqui-inimiga da atriz, e isso pode trazer alguns probleminhas. Pré-estreias, vestidos de gala, muitos paparazzi à sua volta, aulas de ioga e infinitas compras na Rodeo Drive. Claro que isso não acontecerá sem muitas encrencas e confusões. Será que Becky está mesmo perto de conseguir tudo o que sempre sonhou? Fonte

Essa resenha não contém spoilers de livros anteriores, mas se você não conhece a série, talvez fique um pouco perdido. Vou tentar explicar resumidamente e você pode ler as outras resenhas aqui.

Continue lendo…




Resenha: A caderneta vermelha

a-caderneta-vermelhaCaminhando pelas ruas de Paris em uma manhã tranquila, o livreiro Laurent Letellier encontra uma bolsa feminina abandonada. Não há nada em seu interior que indique a quem ela pertence — nenhum documento, endereço, celular ou informações de contato. A bolsa contém, no entanto, uma série de outros objetos. Entre eles, uma curiosa caderneta vermelha repleta de anotações, ideias e pensamentos que revelam a Laurent uma pessoa que ele certamente adoraria conhecer. Decidido a encontrar a dona da bolsa, mas tendo à sua disposição pouquíssimas pistas que possam ajudá-lo, Laurent se vê diante de um dilema: como encontrar uma mulher, cujo nome ele desconhece, em uma cidade de milhões de habitantes?

Eu resolvi ler o livro “A caderneta vermelha” por dois simples motivos: é um romance e se passa em Paris (provavelmente os livros com Torre Eiffel na capa só perdem para livros com vestidos na minha estante). O autor, Antoine Laurain, é francês e isso me deixou ainda mais curiosa…

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 2 de 1412345...10...Última »