Posts com a tag ‘Sobrenatural’


Resenha Tripla: Inverso

Tem algum tempo que a nossa querida Cuca, a Karen, nos mandou uma prova de seu mais novo livro para que pudéssemos dar nossa opinião. Na verdade, foi um presente e um privilégio muito grande em ler em primeira mão e agora podemos compartilhar isso com vocês! Minha parte no texto está em azul, da Lany está em rosa e da Drika em verde.

INVERSOE se do outro lado do espelho estivesse a vida que você sempre desejou?

Lá no fundo, Megan não quer ser quem é e nem viver essa vida triste, exatamente o inverso daquela que sempre sonhou para si. Tudo começa com a morte de sua mãe. A sensação terrível de que algo nunca mais vai ser como antes. E não será mesmo. O seu único alento é o carinho da irmã, que a vê como o que gostaria de ser quando crescer.

Mas há um novo mundo do outro lado dos espelhos. Um mundo igual ao seu, só que ao contrário. Um mundo perfeito onde as pessoas que morreram estão vivas e Megan é exatamente a garota que deveria ser.

Entrando nessa realidade pelo avesso, Megan começa uma perigosa busca por si mesma onde o reflexo de tudo que há de ruim tentará detê-la. Enquanto segue em frente ela deverá garantir a segurança das pessoas que mais ama.

Inverso é um romance cheio de suspense de Karen Alvares, autora de Alameda dos Pesadelos. Em um labirinto de escolhas sem poder sequer distinguir a própria imagem, Megan deverá lidar com a perda enquanto descobre quem é a garota que a encara no espelho.” Fonte

Continue lendo…




Divulgação: Inverso

Olá, pessoal! Hoje passei por aqui nesse finalzinho do domingo para fazer uma divulgação especial para vocês! <3

Essa semana aconteceu o lançamento do meu segundo romance, Inverso, um Young Adult cheio de suspense e uma trama sobrenatural, publicado pela Editora Draco. Diferente de Alameda dos Pesadelos (leia a resenha), que era um livro adulto, Inverso é um romance jovem, que conta a história de Megan, uma adolescente que viu seu mundo virar ao avesso após a morte da mãe; é quando ela encontra uma passagem para um outro mundo do outro lado do espelho e percebe que lá se encontra a vida que sempre desejou: a sua própria vida, só que ao contrário.

Confiram a capa e a sinopse:

‘Ser adolescente é injusto’. Essa é uma das frases de Inverso e provavelmente a mais emblemática. O leitor se pega fazendo e refazendo suas próprias decisões o tempo todo no lugar de Megan e por isso mesmo entende o quão difícil é a decisão que ela deve tomar! E os personagens são tão bem construídos que saltam das páginas! Apaixonante, empolgante, angustiante! Fabiana Madruga, autora de Clube dos Herdeiros – Como nossos pais

E se do outro lado do espelho estivesse a vida que você sempre desejou?

Lá no fundo, Megan não quer ser quem é e nem viver essa vida triste, exatamente o inverso daquela que sempre sonhou para si. Tudo começa com a morte de sua mãe. A sensação terrível de que algo nunca mais vai ser como antes. E não será mesmo. O seu único alento é o carinho da irmã, que a vê como o que gostaria de ser quando crescer.
Mas há um novo mundo do outro lado dos espelhos. Um mundo igual ao seu, só que ao contrário. Um mundo perfeito onde as pessoas que morreram estão vivas e Megan é exatamente a garota que deveria ser.
Entrando nessa realidade pelo avesso, Megan começa uma perigosa busca por si mesma onde o reflexo de tudo que há de ruim tentará detê-la. Enquanto segue em frente ela deverá garantir a segurança das pessoas que mais ama.
Inverso é um romance cheio de suspense de Karen Alvares, autora de Alameda dos Pesadelos. Em um labirinto de escolhas sem poder sequer distinguir a própria imagem, Megan deverá lidar com a perda enquanto descobre quem é a garota que a encara no espelho.” Fonte

Olhe no espelho e encontre o seu Inverso.




Resenha: Sombras Prateadas

sombras prateadasSydney Sage arriscou tudo. Ainda infiltrada na organização, trabalhava contra os alquimistas e vivia um romance secreto com o vampiro Adrian Ivashkov. Qualquer deslize poderia trazer tudo por água abaixo, e foi exatamente o que aconteceu: sua própria irmã descobriu seu relacionamento proibido e a denunciou, fazendo com que Sydney fosse capturada pelos seus pares e mandada para a terrível reeducação. Cercada de inimigos e sem saber onde estava ou como sairia dali, Sydney luta para manter sua identidade, sua capacidade de pensar por si mesma e, principalmente, a esperança de que encontrará Adrian novamente.

 

Atenção: Essa resenha contém spoilers dos livros anteriores da série Laços de Sangue. Leia por sua conta e risco. Aliás, até a sinopse é um super spoiler, mas enfim…

Sombras Prateadas… O que falar de Sombras Prateadas? Eu tenho certeza que poderia escrever um texto imenso sobre mil motivos para amar a série Bloodlines, e um dos primeiros dele é um grande acontecimento exatamente desse volume. Porém, ele acontece mais no final e é um spoiler daqueles enormes – então eu vou começar a resenha da forma convencional.

Continue lendo…




Especial A Torre Negra: O Pistoleiro #1

banner_especialtorre

“Longos dias e belas noites, sai.”

A Torre Negra é uma das séries mais queridas para mim, Karen, para o Felipe, e também para a Melissa, do Livros de Fantasia, parceiríssimo do Por Essas Páginas. Já há muito tempo eu tinha vontade de fazer um especial dessa série épica aqui no blog, mas fui deixando para depois, dando desculpas para mim mesma. Mas quando virou 2015, percebi que essa era uma meta que eu não poderia mais deixar para depois. Conversei com a Melissa (é claro que tinha que ser ela, essa menina pertence ao meu ka-tet há anos!) e, mesmo em meio à correria da vida (é, o ka é uma roda, amigos!), resolvemos começar essa aventura de resenhar os 8 livros da série (afinal, agora temos O Vento Pela Fechadura também) e ainda as HQs. E, como não poderia deixar de ser, vamos iniciar essa jornada pelo primeiro volume da série: O Pistoleiro.

Obs.: os comentários da Karen estarão em preto, enquanto os da Melissa em marrom. Já os do Felipe estão em vermelho.

“Este livro é o primeiro dos sete volumes da série A Torre Negra, obra mais ambiciosa do escritor Stephen King. O Pistoleiro apresenta ao leitor o fascinante personagem de Roland Deschain, último descendente do clã de Gilead, e derradeiro representante de uma linhagem de implacáveis pistoleiros desaparecida desde que o Mundo Médio onde viviam “seguiu adiante”.
Para evitar a completa destruição desse mundo já vazio e moribundo, Roland precisa alcançar a Torre Negra, eixo do qual depende todo o tempo e todo o espaço, e verdadeira obsessão para Roland, seu Cálice Sagrado, sua única razão de viver. O pistoleiro acredita que um misterioso personagem, a quem se refere como o homem de preto, conhece e pode revelar segredos capazes de ajudá-lo em sua busca pela Torre Negra, e por isso o persegue sem descanso. Pelo caminho, encontra pessoas que pertencem a seu ka-tet – ou seja, cujo destino está irremediavelmente ligado ao seu.
Entre eles estão Alice, uma mulher que Roland encontra na desolada cidade de Tull, e Jake Chambers, um menino que foi transportado para o mundo de Roland depois de morrer em circunstâncias trágicas na Nova York de 1977. Mas o pistoleiro não conseguirá chegar sozinho ao fim da jornada que lhe foi predestinada. Na verdade, sua aventura se estenderá para outros mundos muito além do Mundo Médio, levando-o a realidades que ele jamais sonhara existir.
Inteiramente revista pelo autor, esta primeira edição brasileira de O Pistoleiro traz também prefácio e introdução inéditos de King.” Fonte

O homem de preto fugia pelo deserto e o pistoleiro ia atrás.




Resenha: Ruína e Ascensão

Eu gostaria de falar muitas coisas sobre Ruína e Ascensão, terceiro é último volume da Trilogia Grisha, mas está bem difícil alinhar meus pensamentos após esse final. Fiquei dividida, confesso, entre me sentir satisfeita por um desfecho, mas discordar em grande parte dele. Quem disse que um leitor precisa sempre concordar com o autor, afinal? Leigh Bardugo construiu um mundo grandioso e fantástico, com dois livros excepcionais precedendo esse volume, e acho que exatamente por isso, por tantas promessas e pela escrita apaixonante da autora, eu esperei demais. E, sim, me decepcionei um pouco.

Aviso: essa resenha contém spoilers do primeiro e segundos volumes da Trilogia Grisha: Sombra e Ossos Sol e Tormenta. Leia as resenhas clicando aqui e aqui.

“A capital caiu.
O Darkling comanda Ravka em seu trono das sombras. Agora o destino da nação depende de uma Conjuradora do Sol arruinada, de um rastreador desonrado e dos cacos do que antes fora um grande exército mágico.
No fundo de uma antiga rede de túneis e cavernas, uma fraca Alina deve se submeter à duvidosa proteção do Apparat e daqueles que a veneram como uma Santa. Porém, sua mente está na busca pelo misterioso pássaro de fogo e na esperança de que um príncipe foragido ainda esteja vivo.
Alina deverá formar novas alianças e deixar de lado velhas rivalidades, enquanto ela e Maly buscam pelo último dos amplificadores de Morozova. Mas assim que começa a elucidar os segredos do Darkling, ela descobre um passado que mudará para sempre seu entendimento sobre a ligação que os une e o poder que ela carrega. O pássaro de fogo é a única coisa que está entre Ravka e a destruição — e reivindicá-lo pode custar a Alina o futuro pelo qual ela tem lutado.” Fonte

Eu sou ruína.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 3 de 912345...Última »