Posts com a tag ‘Suicídio’


Resenha: Querido Evan Hansen

Ficha técnica:

Título: Querido Evan Hansen

Autor: Val Emmich, Steven Levenson e Benj Pasek

Tradutor: Guilherme Miranda

Páginas: 336

Editora: Seguinte

Compre aqui

Sinopse:

Dos criadores do premiado musical da Broadway Dear Evan Hansen, esta é uma história emocionante sobre solidão, luto, saúde mental e amizades inesperadas.

Evan Hansen sempre teve muita dificuldade de fazer amigos. Para mudar isso, decide seguir as recomendações de seu psicólogo e escrever cartas encorajadoras para si mesmo, com esperança de que seu último ano na escola seja um pouco melhor. O que não esperava era que uma das cartas fosse parar nas mãos de Connor Murphy, o aluno mais encrenqueiro da turma.
Quando Connor comete suicídio e sua família encontra a carta de Evan, todos começam a pensar que os dois eram melhores amigos. Sem conseguir explicar a situação, Evan acaba refém de uma grande mentira. Ao mesmo tempo, graças a essa (falsa) amizade, o garoto finalmente se aproxima de Zoe, a menina de seus sonhos, e passa a ser notado no colégio. No fundo, Evan sabe que não está fazendo a coisa certa, mas se está ajudando a família de Connor a superar a perda, que mal pode ter?
Evan agora tem um propósito de vida. Até que a verdade ameaça vir à tona, e ele precisa enfrentar seu maior inimigo: ele mesmo.”

Adoro um YA, e entre tantas leituras sombrias que eu faço, é sempre bom fazer uma pausa e ler algo mais leve. Mas Querido Evan Hansen passa longe disso; é um livro denso e triste, narrado por um personagem deprimido e com baixíssima autoestima. É um ótimo livro, mas também é um para se ler com cuidado porque sim, há gatilhos.

Continue lendo…




Resenha Dupla: Perdão, Leonard Peacock

A Lany leu esse livro no começo do ano e ficou meio que sem saber o que pensar sobre ele. Então eu li e sugeri que fizéssemos uma resenha dupla. O texto em azul é a Lucy e o em laranja é a Lany  (*acena*).

SPERDAON_LEONARD_PEACOCKinopse: Hoje é o aniversário de Leonard Peacock. Também é o dia em que ele saiu de casa com uma arma na mochila. Porque é hoje que ele vai matar o ex-melhor amigo e depois se suicidar com a P-38 que foi do avô, a pistola do Reich. Mas antes ele quer encontrar e se despedir das quatro pessoas mais importantes de sua vida: Walt, o vizinho obcecado por filmes de Humphrey Bogart; Baback, que estuda na mesma escola que ele e é um virtuose do violino; Lauren, a garota cristã de quem ele gosta, e Herr Silverman, o professor que está agora ensinando à turma sobre o Holocausto. Encontro após encontro, conversando com cada uma dessas pessoas, o jovem ao poucos revela seus segredos, mas o relógio não para: até o fim do dia Leonard estará morto. Fonte

Porque você inicia uma revolução, uma decisão de cada vez, toda vez que você respira.




Resenha: Saving June

“‘Se ela tivesse esperado menos de duas semanas, ela teria sido a June que morreu em Junho. Mas acho que minha irmã não pensou nisso.’

A irmã mais velha de Harper Scott sempre foi a filha perfeita, então quando ela tira sua própria vida uma semana antes de sua formatura no Ensino Médio, Harper fica devastada. Todos sentem muito, mas ninguém consegue entender.

Quando seus pais divorciados decidem dividir as cinzas de sua irmã entre duas urnas, Harper decide controlar a situação. Ela vai roubar as cinzas e dirigir metade do país com sua melhor amiga Laney, até chegar no lugar onde June sempre sonhou em ir: Califórnia.

Entra Jake Tolan. Ele é um rapaz com uma atitude ruim, uma obsessão por rock clássico e nada em comum com a irmã de Harper. Mas Jake tinha uma conexão com June, e quando ele insiste em ir com elas para a Califórnia, Harper está desesperada o suficiente para permitir. Com seu jeito charmoso e irritante e sua crença de que música pode te ajudar em qualquer momento, ele pode ser exatamente o que Harper precisa.

Mas June não era a única que escondia as coisas. Jake mantém um segredo que pode virar a vida de Harper de ponta cabeça.”  – Fonte (tradução livre)

There doesn’t always have to be a reason

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...