Posts com a tag ‘terror’


Outras páginas: Hideout

Adquirido na Bienal 2014 de São Paulo, Hideout chamou atenção tanto pela capa macabra quanto ao folhear as primeiras páginas. Com um traço lindíssimo e uma história de gelar os ossos será que Hideout vai fazer você se esconder debaixo da cama?

HIDEOUT_1346365489BÉ uma noite muito escura, sobe uma forte chuva, um determinado homem prepara-se para eliminar sua vítima aterrorizada. A decisão de Kirishima Seiichi é clara: Hoje à noite, ele vai matar sua esposa.

Um ano atrás, ele era um homem feliz, um escritor de sucesso, um marido contente, e pai de um menino.. naquela época, tudo parecia ir bem para ele.

Mas essa felicidade tinha que acabar. O dia em que seu editor de pôr fim à sua colaboração, as trevas se infiltrou em sua vida mais rápido que uma bala. Uma descida aterrorizante ao inferno começa, página por página do que parece ser o seu último romance… Fonte: Skoob

Continue lendo…




Promoção entre blogs: Mês do Horror

Banner

‘Bora de mais uma super promoção? Esse ano, para comemorar outubro, o mês do Halloween, com estilo, 7 blogs se uniram para presentear um leitor com, nada mais, nada menos do que 9 livros de terror \O/

É para arrebentar nesse mês do horror não é mesmo?! Ficou curioso quanto aos prêmios? Dá só uma olhadinha nisso:

Continue lendo…




A Cuca Recomenda: O Vilarejo

1. Eu amo terror;
2. Ainda fico perturbada só de pensar no fantástico Dias Perfeitos, de Raphael Montes (leia a resenha);
3. Essa edição de O Vilarejo da Suma de Letras é de babar.

Obviamente eu estava morrendo de ansiedade e expectativa de ler esse livro desde seu lançamento. Quando nos foi oferecida a oportunidade de ler através da Suma de Letras, é claro que surtei. Li assim que chegou, de um dia para o outro. Agora, bateu as expectativas? Não. O Vilarejo é um livro bem escrito, com uma ótima ideia, um formato ousado, uma edição perfeita e a escrita precisa de Raphael Montes, mas me decepcionou em vários sentidos. Saiba tudo nessa resenha.

CAPA-O-vilarejoUm Vilarejo que sumiu do mapa.

O tempo o apagou do mundo, da história, da mente das pessoas. A única prova de que o local existiu é a vida de seus moradores, as histórias que ficaram registradas em um caderno com ilustrações macabras. Explore um lugar perdido no passado e, através de um quebra-cabeça cheio de surpresas, conheça o destino de seus habitantes, há muito esquecidos.”

O caráter do homem é o seu demônio. Heráclito




A Cuca Recomenda: Até o Fim da Queda

Desde que esse livro foi lançado pela Editora Draco no início do ano, eu estava doida para ler. É claro que A Pilha não me abandona, então fui deixando, deixando… Até que um dia peguei o e-book determinada e comecei a ler. E descobri que deveria tê-lo lido antes. Devorei-o. Perturbador e angustiante, Até o Fim da Queda é uma pérola rara do mais puro horror e precisa ser lido imediatamente.

“1993. Em pouco tempo sete jovens se suicidam, e rumores sobre um ritual ganham as páginas dos jornais. A polícia descarta a opção e dá o caso como encerrado.
Anos se passam e Daniel Farias, um popular escritor de terror, decide reconstituir o caso em sua nova obra. Durante a pesquisa, descobre histórias sobre uma ordem secreta operando em nome de um demônio, o Dragão Vermelho, cujas origens remontariam a um exorcismo ocorrido no século XVI, na Espanha.
Sucesso imediato entre os fãs, o livro alcança a lista de best-sellers e também as páginas policiais, ao se espalhar a notícia de que leitores estariam se matando após a sua leitura. Isso faz as vendas explodirem, e o mistério aumenta quando o próprio Daniel começa a ser vítima de ameaças, enquanto pais preocupados tentam boicotar o livro.
Livro de estreia de Ivan Mizanzuk, uma das novas promessas do thriller nacional, Até o fim da queda desenha através de cartas, entrevistas e artigos de jornais uma trama de conspirações e inquietudes, ao mesmo tempo em que investiga as mais profundas angústias humanas, e o preço que pagamos ao tentarmos silenciá-las. Descobrir o que se esconde no fundo desse abismo pode custar sua própria sanidade.” Fonte

Toda a maldade que existe no mundo é feita por nós mesmos.




Resenha: Ninguém

Ninguém“Um jovem hacker passa seus dias à procura de horrores na Deep Web, até que o próprio Horror finalmente o encontra. E as consequências são piores que a morte.”

Eu sempre fico na dúvida sobre como fazer resenha de contos, porque bem… Qualquer informação a mais pode ser spoiler né? E essa sinopse já resumo bem o que é o conto, e como ele é curtinho, não posso falar muito mais sobre o enredo dele. Mas eu posso sim comentar que eu pesquisei sobre o que era a Deep Web, já que eu não conhecia o termo. Deep Web se refere ao conteúdo da internet que não faz parte do index que é alcançado pelos mecanismos de busca padrão. O que nós conseguimos encontrar é apenas a pontinha do iceberg: o resto, que é muito maior, está completamente escondido, somente visível para aquelas pessoas que sabem procurar. Imaginem só o que não poderia ser encontrado lá… O enredo é tão interessante que teria como ele ser transformado em um livro – mas se eu teria coragem de ler (já que sou muito medrosa) é outra história…

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 4 de 13« Primeira...23456...10...Última »