Posts com a tag ‘terror’


Divulgação: Lançamentos da Darkside de Março

Que tal uns lançamentos para variar? Aí vão os livros de março da Darkside, que todo mundo sabe que se dedica ao terror e fantasia e faz edições simplesmente fantásticas (confira algumas fotos nessa resenha de O Exterminador do Futuro)!

Batman-Arkham-Knight-DarkSide-Capa-Web“Se você já jogou Arkham Knight, prepare-se para reviver a história com uma resolução muito maior que a de qualquer console ou pc: a da sua imaginação. As páginas do romance têm adrenalina de sobra, e mesmo quem não é íntimo dos videogames vai se sentir explorando os becos escuros de Gotham City.
Tudo começa um ano após a morte do Coringa. A cidade, que havia se transformado num hospício a céu aberto, finalmente volta à sua rotina normal. Mas é claro que a paz não pode ser duradoura em uma metrópole que esconde vilões como Charada, Pinguim, Hera Venenosa, Arlequina e Duas Caras.
Desta vez, quem inicia uma nova onda de terror é o insano Espantalho. Na noite do Dia das Bruxas, o vilão detona um ataque químico para demonstrar o poder de sua toxina do medo. Os infectados sofrem delírios terríveis e, em seu desespero, acabam matando uns aos outros. Quase 6 milhões de habitantes fogem às pressas. Mas um certo herói jamais deixaria sua cidade natal à mercê dos bandidos.
Com o apoio de Robin, Oráculo, Asa Noturna, Alfred e do comissário Gordon, Batman parte para a batalha. Munido de inteligência dedutiva, resistência física invejável e aparatos tecnológicos que nem os exércitos mais bem armados do mundo têm acesso, Bruce Wayne não necessita de superpoderes – o que não significa que essa vai ser uma tarefa fácil…
Dois inimigos fatais surgem para desafiar o Homem-Morcego. O primeiro é o misterioso Cavaleiro de Arkham – um assassino com habilidades e armadura tão semelhantes às do herói mascarado que é quase como se Batman enfrentasse um clone. E para desequilibrar ainda mais essa luta, o segundo inimigo surge do nada. Mas ele não estava morto? O Coringa está de volta… ou é só um delírio? Descubra nas páginas de BATMAN: ARKHAM KNIGHT. Pronto para jogar?” Fonte

Continue lendo…




Resenha: Escuridão total sem estrelas

Entre um livro e outro, resolvi pegar essa coletânea de contos de Stephen King para ler. Contos já são um ótimo passatempo entre outras leituras, contos em formato digital então (no meu caso, no celular, ou seja, leio praticamente em qualquer lugar), melhor ainda! E ainda por cima King, ou seja, não tem erro! E não teve mesmo. Apesar de não ser minha coletânea preferida dele, Escuridão total sem estrelas é uma ótima leitura. Nesses quatro contos que flertam entre o terror e o drama, King mostra que o horror, na verdade, está muito próximo mais próximo do que a gente imagina: dentro de nós, na vida real, e não na ficção.

EscuridãoTotal“Na ausência da luz, o mundo assume formas sombrias, distorcidas, tenebrosas. Em Escuridão total sem estrelas os crimes parecem inevitáveis; as punições, insuportáveis; as cumplicidades, misteriosas.

Em 1922, o agricultor Wilfred e o filho, Hank, precisam decidir do que é mais fácil abrir mão: das terras da família ou da esposa e mãe. No conto Gigante do volante, após ser estuprada por um estranho e deixada à beira da morte, Tess, uma autora de livros de mistério, elabora uma vingança que vai deixá-la cara a cara com um lado desconhecido de si mesma. Já em Extensão justa, Dave Streeter tem um câncer terminal e faz um pacto com um estranho vendedor. Mas será que para salvar a própria vida vale a pena destruir a de outra pessoa? E, em Um bom casamento, uma caixa na garagem pode dizer mais a Darcy Anderson sobre seu marido do que os vinte anos que eles passaram juntos.

Os personagens dos quatro contos de Stephen King passam por momentos de escuridão total, quando não existe nada — bom senso, piedade, justiça ou estrelas — para guiá-los. Suas histórias representam o modo como lidamos com o mundo e como o mundo lida conosco. São narrativas fortes e, cada uma a seu modo, profundamente chocantes.” Fonte

Não era uma viagem, não exatamente. Estava só voltando para casa.




Resenha: Revival

Ler um novo livro de Stephen King é como reencontrar um velho amigo. Vocês sabem como são os amigos: às vezes a gente fica longe, às vezes a gente se desentende, outras vezes não desgruda, passa horas e horas junto sem cansar, nem sempre a gente concorda, mas sempre se respeita e, seja lá como for, alguns amigos – os melhores – são para sempre. E King é um desses amigos.

revival“Em uma cidadezinha na Nova Inglaterra, mais de meio século atrás, uma sombra recai sobre um menino que brinca com seus soldadinhos de plástico no quintal. Jamie Morton olha para o alto e vê a figura impressionante do novo pastor. O reverendo Charles Jacobs, junto com a bela esposa e o filho, chegam para reacender a fé local. Homens e meninos, mulheres e garotas, todos ficam encantados pela família perfeita e os sermões contagiantes.
Jamie e o reverendo passam a compartilhar um elo ainda mais forte, baseado em uma obsessão secreta. Até que uma desgraça atinge Jacobs e o faz ser banido da cidade.
Décadas depois, Jamie carrega seus próprios demônios. Integrante de uma banda que vive na estrada, ele leva uma vida nômade no mais puro estilo sexo, drogas e rock and roll, fugindo da própria tragédia familiar. Agora, com trinta e poucos anos, viciado em heroína, perdido, desesperado, Jamie reencontra o antigo pastor. O elo que os unia se transforma em um pacto que assustaria até o diabo, com sérias consequências para os dois, e Jamie percebe que “reviver” pode adquirir vários significados.” Fonte

A curiosidade é uma coisa terrível, mas humana. Humana demais.




Top Ten Tuesday: Dez coisas que me assustam em um livro

toptentuesday_terror

Semana de Halloween e claro que o Top Ten Tuesday não ficaria de fora! E caiu, claro, para mim, Karen, a pessoa mais fã de terror e horror aqui no blog. E por isso mesmo tive um problema… Já fiz muitos tops de horror!!! Por exemplo, já fiz a lista de dez livros para o Halloween. Já falei de autores que gosto e muitos deles são de terror. Já falei de garotas más, de livros de terror que não li (na época), capas mais assustadoras… Enfim, para não repetir figurinha, encontrei esse tema que curti: dez coisas que me assustam em livros (e, talvez, nem sejam só livros de terror, viu?). Vamos lá?

O Top Ten Tuesday é um meme semanal criado pelo The Broke and the Bookish!

Continue lendo…




Outras páginas: Hideout

Adquirido na Bienal 2014 de São Paulo, Hideout chamou atenção tanto pela capa macabra quanto ao folhear as primeiras páginas. Com um traço lindíssimo e uma história de gelar os ossos será que Hideout vai fazer você se esconder debaixo da cama?

HIDEOUT_1346365489BÉ uma noite muito escura, sobe uma forte chuva, um determinado homem prepara-se para eliminar sua vítima aterrorizada. A decisão de Kirishima Seiichi é clara: Hoje à noite, ele vai matar sua esposa.

Um ano atrás, ele era um homem feliz, um escritor de sucesso, um marido contente, e pai de um menino.. naquela época, tudo parecia ir bem para ele.

Mas essa felicidade tinha que acabar. O dia em que seu editor de pôr fim à sua colaboração, as trevas se infiltrou em sua vida mais rápido que uma bala. Uma descida aterrorizante ao inferno começa, página por página do que parece ser o seu último romance… Fonte: Skoob

Continue lendo…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...