Posts com a tag ‘Vampiros’


Resenha: A Passagem

“Primeiro, o imprevisível: a quebra de segurança em uma instalação secreta do governo norte-americano põe à solta um grupo de condenados à morte usados em um experimento militar. Infectados com um vírus modificado em laboratório que lhes dá incrível força, extraordinária capacidade de regeneração e hipersensibilidade à luz, tiveram os últimos traços de humanidade substituídos por um comportamento animalesco e uma insaciável sede de sangue. Depois, o inimaginável: ao escurecer, o caos e a carnificina se instalam, e o nascer do dia seguinte revela um país – talvez um planeta – que nunca mais será o mesmo. A cada noite, a população humana se reduz e cresce o número de pessoas contaminadas pelo vírus assustador. Tudo o que resta aos poucos sobreviventes é uma longa luta em uma paisagem marcada pelo medo da escuridão, da morte e de algo ainda pior. Enquanto a humanidade se torna presa do predador criado por ela mesma, o agente Brad Wolgast, do FBI, tenta proteger Amy, uma órfã de 6 anos e a única criança usada no malfadado experimento que deu início ao apocalipse. Mas, para Amy, esse é apenas o começo de uma longa jornada – através de décadas e milhares de quilômetros – até o lugar e o tempo em que deverá pôr fim ao que jamais deveria ter começado. A passagem é um suspense implacável, uma alegoria da luta humana diante de uma catástrofe sem precedentes. Da destruição da sociedade que conhecemos aos esforços de reconstruí-la na nova ordem que se instaura, do confronto entre o bem e o mal ao questionamento interno de cada personagem, pessoas comuns são levadas a feitos extraordinários, enfrentando seus maiores medos em um mundo que recende a morte.” Fonte

O primeiro ponto positivo que preciso falar sobre esse livro é muito simples: ele é sobre vampiros. Vampiros de verdade. OK, eles tem algumas alterações da lenda original e eles geram um apocalipse (o que é muito legal!), mas eles definitivamente não são frescos e bonitinhos, pelo contrário, são bárbaros, famintos e destroem tudo o que encontram pela frente.

Vampiros de verdade!!!




Resenha: Drácula, Bram Stoker

Pois muito bem! Por incrível que pareça, até este ano eu não tinha lido a obra de Bram Stoker! Que coisa! Então, resolvi ler tem algumas semanas e quase não dá tempo de resenhá-la antes do Halloween! hehehe

Então, divirtam-se!

Sinopse: Publicado em 1879, inspirado em relatos do folclore romeno sobre o nosferatu, ou morto-vivo, e na saga do príncipe Vlad Drakul, que lutou contra os turcos nas Cruzadas. Drácula definiu o arquétipo do vampiro como o ser diabólico que se alimenta do sangue de suas vítimas e tem poderes extraordinários. Fonte.

Drácula é o precursor de todas as histórias de vampiros que conhecemos até agora. Bram Stoker se inspirou na lenda de Vlad III, o Empalador – e pelo que li sobre Vlad, tenham medo desse cara.

Seja bem-vindo ao Cárpatos!




Top Ten Tuesday: 10 livros para quem gosta de Stephen King

Fiquei muito feliz por esse TTT cair para mim, porque foi só bater o olho para saber de quem eu iria falar. Stephen King, para mim e para muitos, é um mestre do terror, da ficção e principalmente um mestre na arte da escrita. Além disso, ele tem tantas obras, escritas e publicadas, que tenho material de sobra para esse top 10. É tanto livro, conto, roteiro de filme e mundos além destes, que é impossível não se perder nas contas. Basta dizer que esse cara tem muita imaginação – mesmo.

Lembrando que o Top Ten Tuesday é uma iniciativa do blog The Broke and the Bookish, e que esse TTT, em especial, é dedicado a quem ama Stephen King – mas também para quem não leu ou não gosta começar a gostar.

Redrum Redrum Redrum




Resenha: The Golden Lily (Bloodlines #2)

ATENÇÃO: Essa resenha contém spoilers do primeiro livro da série Bloodlines (resenha aqui).

 

Ficha técnica:

Título: The Golden Lily
Autor: Richelle Mead
Editora: Razorbill
Páginas: 418
Onde comprar: Livraria Cultura
Minha opinião: 

 Desde que li Bloodlines ano passado, mal consigo conter minha ansiedade por sua continuação. The Golden Lily foi lançado aqui nos Estados Unidos ontem, e como hoje tive um merecido dia de folga, mergulhei no mundo de Morois, Strigois, Dhampirs e Alquimistas criado por Richelle Mead.

Isn’t it obvious, Sage?




Resenha: Laços de Sangue (Bloodlines #1)

ATENÇÃO: Essa resenha contém spoilers dos seis livros da série Academia de Vampiros.

“Sydney estava encrencada. Em sua última missão, ela tinha ajudado a dampira Rose Hathaway a escapar da prisão, e essa aliança foi considerada uma traição grave, já que vampiros e dampiros são criaturas terríveis e antinaturais, ameaças àqueles que os alquimistas devem proteger – os humanos. Com sua lealdade colocada em questão, Sydney se sente obrigada a voluntariar-se para uma tarefa nada agradável – ajudar a esconder Jill Dragomir, uma princesa vampira que está sendo perseguida por rebeldes que querem o poder. Caso ela seja capturada e assassinada, a rainha Lissa ficará sem nenhum parente vivo e, como manda a lei, terá de abdicar do trono – o que culminará numa guerra civil tão sangrenta no mundo dos vampiros que certamente afetará a humanidade. Assim, pelo bem dos humanos, Sydney aceita se disfarçar de estudante e passa a conviver diariamente com Jill e seu guardião Eddie, quando os três são matriculados como irmãos no último lugar em que qualquer um procuraria a realeza dos vampiros – a Escola Preparatória Amberwood, em Palm Springs, na Califórnia. Mas entre uma pizza e outra, entre um jogo de minigolfe e uma conversa sobre garotos, ela começa a ter a sensação de que talvez esses seres estranhos não sejam tão maus assim, principalmente Adrian, um vampiro muito próximo de Jill que desperta os sentimentos mais contraditórios – e proibidos – em Sydney… O problema é que além de refletir sobre suas convicções e se preocupar com o seu coração, que anda acelerando mais do que deveria, a garota terá de encarar outros inconvenientes um pouco mais graves, como as tatuagens que viraram febre entre os alunos da escola e que parecem conferir poderes sobrenaturais a quem as usa. De que ingredientes elas eram feitas? Quem estaria por trás disso? Será que havia algum alquimista traidor entre eles? Caberá a Sidney resolver todos esses mistérios e garantir a paz entre os humanos antes que seja tarde demais.” Fonte

Okay, eu admito: a série Vampire Academy da autora Richelle Mead é meu grande guilty pleasure literário. Li os cinco exemplares, embora não saiba exatamente o que me levou a continuar lendo livros narrados por uma personagem que eu simplesmente detesto. Mas lidos eles foram, e embora Rose e Dimitri não façam parte do hall dos meus personagens favoritos, outros ocuparam esse posto dentro da série, especialmente Adrian Ivashkov. Por isso eu fiquei extremamente contente quando esse spin-off foi lançado: poderíamos ver um pouco mais de Adrian, dos Moroi, Dhampirs e Alquimistas que permeiam o universo criado por Mead sem a chatice da Rose. Para ler Bloodlines não é necessário ter lido a série predecessora, embora ajude no entendimento da história.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Página 4 de 512345