Posts com a tag ‘Young Adult’


Promoção: Insurgent

insurgent_banner

E aí, pessoal? Estão a fim de um novo sorteio aqui no Por Essas Páginas?

Dessa vez o prêmio é a edição de colecionador de Insurgent, em inglês. Alguém tá a fim? Então leiam as regras e participem!

Participem!




Resenha: Todo Dia

Quando descobri Todo Dia tive uma única e absoluta certeza: preciso ler esse livro. Tudo nele cheirava a criatividade, transbordava ousadia e sensibilidade. O único livro que li do David Levithan foi Will & Will – Um nome, um destino, em parceria com o John Green. Agora seria uma experiência única, apenas do autor. Assim que o recebi, gentilmente cedido pela Galera Record, comecei a lê-lo. E, assim como A, vivi muitas vidas e tive várias sensações. Algumas em conflito, outras não. Todo Dia é um livro para ser sentido e vivido, muito mais do que lido. Esse é um livro para mergulhar de corpo e alma e, por alguns dias, trocar de corpo e viver outras vidas dentro de uma só.

“Neste novo romance, David Levithan leva a criatividade a outro patamar. Seu protagonista, A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.” Fonte

Quando você quer viver segundo a própria realidade, deve escolher passar pelo inicialmente doloroso porém finalmente reconfortante processo de descoberta.




Resultado: Concurso Cultural – Por que você curte ler fantasia?

concursoliterario

E aí, pessoal? Curiosos para saber quem ganhou nosso concurso cultural e levou para casa o excelente livro Sombra e Ossos? Lembrando que, conforme as regras, o sorteio foi realizado via Random entre os comentaristas que seguiram as regras (responderam à pergunta e colocaram seu e-mail no corpo do comentário). Apesar das ótimas respostas, o vencedor foi escolhido segundo o método descrito acima e nas regras. Preparados? Então ‘bora lá conhecer o sortudo ou sortuda!

Quem será?




Resenha: Fale!

Conheci Laurie Halse Anderson através do seu outro livro publicado no Brasil, Garotas de Vidro, que considerei brilhante. Por isso, quando a Editora Valentina anunciou que publicaria Fale!, fiquei enlouquecida por ele, ainda mais que a Vânia já tinha comentado que era um livro muito bom e muito forte. Sem vergonha que sou já fui logo pedindo pra Lany – que é a responsável aqui no blog pela parceria com a Valentina – que pedisse o livro pra mim (hohoho). E então o livro chegou. E eu li em dois dias (e só porque tinha que trabalhar, senão era um dia só). Quer saber por que Fale! é tão bom? Bem, vou te contar.

“Fale sobre você… Queremos saber o que tem a dizer.” Desde o primeiro momento, quando começou a estudar no colégio Merryweather, Melinda sabia que isso não passava de uma mentira deslavada, uma típica farsa encenada para os calouros. Os poucos amigos que tinha, ela perdeu ou vai perder, acabou isolada e jogada para escanteio. O que não é de admirar, afinal, a garota ligou para a polícia, destruiu a tradicional festinha que os veteranos promovem para comemorar a chegada das férias e, de quebra, mandou vários colegas para a cadeia.

E agora ninguém mais quer saber dela, nem ao menos lhe dirigem a palavra – insultos e deboches, sim – ou lhe dedicam alguns minutos de atenção, com duvidosas exceções. Com o passar dos dias, Melinda vai murchando como uma planta sem água e emudece. Está tão só e tão fragilizada que não tem mais forças para reagir.

Finalmente encontra abrigo nas aulas de arte, e será por meio de seu projeto artístico que tentará retomar a vida e enfrentar seus demônios: o que, de fato, ocorreu naquela maldita festa?” Fonte

Quando as pessoas não se expressam, vão morrendo aos poucos. Você ficaria chocada se soubesse quantos adultos estão realmente mortos por dentro (…). É a coisa mais triste que conheço.




Resenha: Esperando por você

esperando por você“É hora de iniciar o segundo ano do Ensino Médio, e Marisa está pronta para um novo começo e para seu primeiro namorado de verdade. No entanto, depois do popular Derek convidá-la para sair, as coisas ficam complicadas. Além de seus pais se separarem e de Marisa ter uma briga com seu melhor amigo, Derek a deixa desapontada. As únicas coisas que mantêm Marisa são os podcasts de um DJ anônimo, o qual parece entendê-la totalmente. Mas ela não sabe quem ele é… Ou sabe?”

Quando nós separamos os livros da parceria da Novo Conceito, eu fiquei muito animada com a sinopse de “Esperando por Você”. Pode ser clichê, mas eu adoro livros com triângulos amorosos. Mas, infelizmente, o livro não foi muito bem o que eu esperava.

Dois meninos. Duas paixões. Uma garota indecisa…

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...