Posts com a tag ‘Young Adult’


Evento: Lançamento de The Fault in Our Stars

Ontem foi o lançamento de The Fault in Our Stars, o novo livro de um dos meus atores favoritos, John Green. Para promover o livro, John saiu em uma book tour com seu irmão Hank, e a primeira parada dos vlogbrothers foi em Boston. Logo que a tour foi anunciada, eu comprei meu livro (ingresso para poder entrar no evento) e ontem à noite finalmente a hora chegou!

O evento estava marcado para às 19:00 e começou pouco tempo depois, com o Hank Sock apresentando John Green. Mr. Green entrou no palco para alegria geral das (cerca de) 500 pessoas no auditório. Extremamente formal vestindo um terno cinza, ele leu um pouquinho do capítulo 2 de The Fault in Our Stars. Hank então subiu ao palco e cantou uma música que compôs especialmente para o livro.

Continue lendo…




Resenha: Paper Towns

“Quentin Jacobsen passou sua vida inteira amando platônicamente a aventureira Margo Roth Spiegelman. Então quando ela abre uma janela e volta à sua vida – vestida de ninja e  o convocando para uma engenhosa campanha de vingança – ele a segue.

Depois que a noitada acaba e um novo dia começa, Q chega à escola para descobrir que Margo, sempre um enigma, é agora um mistério. Mas Q logo descobre que ela deixou pistas – e elas são para ele. Percorrendo um caminho desconectado, quanto mais perto ele chega, menos Q vê da garota que ele pensou que conhecesse.

O vencedor do prêmio Printz John Green retorna com a inteligência e honestidade emocional que são sua marca registrada e que inspiraram uma nova geração de leitores.” Fonte

“What a treacherous thing to believe that a person is more than a person.”




Meu Autor de Cabeceira: Stephanie Perkins

2011 foi um ano bastante produtivo para mim no quesito leitura, e uma das coisas mais especiais pra mim foi poder descobrir o trabalho de novos autores e adicioná-los à minha coleção de “autores para ficar sempre de olho.” E depois de John Green, Stephanie Perkins certamente foi a minha descoberta de 2011.

Stephanie Perkins nasceu na Carolina do Sul, já morou no Arizona, em San Francisco e em Atlanta, e atualmente mora na Carolina do Norte, com seu marido, melhor amigo e wizard rocker Jarrod. Seu primeiro livro – Anna e o Beijo Francês – foi lançado em 2010 pela Dutton Books, e conta a história de Anna Oliphant, que vai estudar seu último ano do Ensino Médio em Paris a contragosto, e acaba se apaixonando pela cidade-luz e pelo encantador americano-britânico-parisiense Étienne St. Clair.

“Boys turns girls into such idiots.”




Resenha: Dash & Lily’s Book of Dares

Imagine: Você está na sua livraria preferida, na prateleira dedicado ao seu autor preferido  (ninguém mais ninguém menos que F. Scott Fitzgerald) quando se depara com um caderninho vermelho olhando pra você, pedindo para ser aberto. É isso que acontece com Dash, que cede aos impulsos de sua curiosidade, abre o caderno e encontra o seguinte:

“Eu deixei algumas pistas para você.
Se você as quiser, vire a página.
Se não, coloque o caderno de volta na prateleira, por favor.”

Dash obviamente aceita o desafio, e assim começa sua correspondência com Lily. A história se passa na cidade de Nova York às vésperas do Natal – época idolatrada por Lily e detestada por Dash. Seus desafios os levam à diversos cantos da Big Apple, onde a cada nova leitura do caderno eles sentem que se conhecem – e se entendem – cada vez mais.

“You bookish little pervert”




Resenha: Delírio

Imagine um mundo onde as pessoas são incapazes de se apaixonar; um mundo no qual o amor, em qualquer forma, é considerado uma doença. Essa é a sociedade distópica criada por Lauren Oliver em Delirium, o primeiro livro de uma trilogia com lançamento no Brasil previsto para o primeiro semestre de 2012.

Portland, Maine: uma das várias cidades norte-americanas cujas bordas foram fechadas para que o governo possa controlar amor deliria nervosa, a doença mais fatal que se conhece. Lena Holoway está a apenas 95 dias de completar 18 anos e finalmente ser submetida ao procedimento cirúrgico que irá livrá-la de vez do risco da amor deliria nervosa. Após o procedimento, ela terá a oportunidade de escolher seu futuro marido dentre candidatos pré-selecionados pelo governo e levará uma vida tranquila, sem as dores e complicações que relacionamentos costumavam trazer antes da cura. Lena não vê a hora de fazer a cirurgia, de ter o risco de contração da doença que arruinou a vida de sua mãe eliminado de uma vez por todas. Mas faltando apenas alguns meses para o procedimento, um imprevisto acontece: Lena se apaixona.

“The deadliest of all deadly things: It kills you both when you have it and when you don’t.”

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...