Terça Livre: Culinária na prática versus livros de receitas

Gente, vou confessar: adoro cozinhar. Principalmente sobremesas e bolos. Modéstia à parte, até que não me saio mal no assunto, viu.

Sempre que tem uma receita interessante, eu assisto vídeo, anoto tudo direitinho e dá certo. Mas quando pega esses livros de receitas… Vou te contar, já tentei receitas de pão de ló que não vingaram, ficou parecendo que era a primeira vez que pisava na cozinha. Já testei outras receitas de livros e também não deram um resultado 100% do que eu esperava.

Em compensação, não sei exatamente o motivo, pego receitas da internet e geralmente elas dão certo. Tem um bolo de banana que aprendi no canal da Dani Noce que é divino! E olha que ele é feito para ser recheado e talz, mas aqui em casa nem precisa, todo mundo prefere ele sem recheio.

Às vezes o erro pode estar mesmo na receita do tal livro. Eu comprei um dos livros da famosa cozinheira Ofélia e achei que algumas receitas não explicam tão bem assim o processo da receita. Mas, a maioria das vezes, o erro é nosso mesmo. Afinal de contas, uma receita nada mais é que a experiência que uma pessoa teve cozinhando e passou para frente, então, tecnicamente, ela deveria dar certo.

E os fatores “erro humano” são muitos também: forno muito quente, pouco tempo de pré-aquecimento, bateu a massa demais, bateu a massa de menos, ingredientes com qualidade duvidosa…

Particularmente, acho que meu problema é com pão de ló. Os bolos amanteigados são muito bem-vindos pela galera aqui de casa. Mas o pão de ló requer uma ciência que depende muito da aeração do ovo. Ou falta eu encontrar minha própria receita – mas recentemente eu tenho acertado nos pães de ló, desde que eu meça todos os ingredientes na balança para ter a proporção exata, então aquela receita de 3 ovos e 3/4 de xícara de açúcar não rolou.

Fora isso, a busca pelo merengue perfeito está quase concluída. *__* Agora vamos para a busca do ponto de chantili (se bate pouco, não dá pra confeitar, se passa do ponto, vira manteiga).

Confesso que não era esse o assunto que eu ia falar nessa terça/quarta, mas achei que já basta de falar de coisas tristes essa semana.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Larissa Zorzenone disse:

    Olá
    Que bom que resolveu mudar o tema do post, porque adorei. Eu também adoro cozinhar, principalmente bolos. Tenho uma receita especial de bolo prestígio que, na família, virou o bolo oficial de aniversários, todo mundo quer que eu faça. Me sinto um pouco quando isso rola, porque eu peguei uma receita base e dei meu toque a ela e funcionou. Eu tinha muito problema com pão de ló também, ai passei a treinar e, em janeiro desse ano, quando eu e minha irmã fomos fazer o bolo de aniversário da minha mãe, deu super certo.
    Sobre o merengue, tenta o suíço, é o que funciona melhor comigo (aquele que você mistura a clara e o açúcar em banho maria pra só depois bater).
    Beijos

    Vidas em Preto e Branco

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem