Terça livre: Eventos literários

Minha primeira Terça Livre chegou (não conhece a nova coluna? Clique aqui), mas vou precisar falar, de novo, sobre livros. Até pensei em outros temas, mas entre uma Flip e uma Bienal fica quase impossível – para uma escritora e leitora – pensar em outra coisa que não isso.

Eventos literários são a coisa mais bonita e cheirosa depois dos próprios livros. E por quê? Bem, tem vários motivos. Em uma Bienal você pode encontrar várias promoções, ganhar brindes, colecionar marcadores. Você também vai estar rodeado de livros por todos os lados (como uma Disney para leitores e um Rock in Rio para escritores, talvez).

Mas a melhor parte são os encontros. Os encontros com autores, editores, leitores, amigos. Em um evento literário, seja uma Bienal, uma Flipop, uma Flip ou tantos outros, a gente tem a oportunidade de falar com escritores, de trocar experiências com outros leitores, de encontrar e fazer novas amizades. E, em um país onde tão poucos leem, encontrar nossos iguais é muito divertido, e muito, muito precioso.

Se você lê livros nacionais, um evento desses se torna mil vezes melhor. Pegar aquele autógrafo especial de um autor estrangeiro é legal, e eu também já fiz, mas você passa horas na fila e tem que falar rapidinho com o autor ou autora. Mas quando o escritor é brasileiro (tirando algumas celebridades, é claro), você consegue passar um bom tempo batendo papo, trocando figurinhas, pegando aquele autógrafo caprichado, tirando foto… É muito, muito legal.

Mesa sobre publicação na Casa Fantástica da Flip

E você às vezes ainda tem a oportunidade de assistir a mesas, palestras, bate-papos, e ver os autores falando sobre temas legais. Por exemplo, eu fui na Flipop deste ano e vi quatro mesas incríveis. A que mais me marcou foi uma sobre protagonistas femininas fortes. Foi excepcional. E na Flip também, aliás, era um festival com tantos temas e gente legal, que ficava até difícil ver tudo. Teve desde afrofuturismo até distopias, de esteriótipos na literatura a narrativas folclóricas. Para quem, como a gente, AMA ler, é uma delícia visitar esses eventos.

E nem precisa ser eventos gigantes não, gente. Tem muito evento legal acontecendo em cidades pequenas também, muitas vezes por iniciativa dos próprios leitores. Um exemplo bacana é o @clubedolivroMA, que se reúne em livrarias de shoppings com a galera para falar sobre, adivinha, LIVROS!

Se a sua cidade não tem um evento próprio e fica distante das cidades onde acontecem os grandes eventos, por que não começar o seu próprio evento? Tente reunir a galera pela internet, zap zap, falar com uma livraria para arranjar um espaço, ou se encontrar na casa de alguém, numa praça, e fale sobre livros! A leitura (e a escrita) não precisam ser atividades tão solitárias. Tudo fica melhor com amigos!

Lembrando que eu, Karen, e a Lucy, estaremos este final de semana na Bienal de SP! Quem quiser nos encontrar, só chamar a gente no @poressaspaginas (no Twitter ou Instagram) ou no Facebook! Eu estarei presente nos dias 04 e 05/08, e a Lucy estará presente no domingo, dia 05/08. Além disso, no dia 04/08 estarei autografando meus livros no estande da Editora Draco, B113! Vamos nos ver! <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Carolina Durães de Castro disse:

    Oi Karen, tudo bem com você?
    Eu amoooo eventos literários e estou muito triste que este ano não poderei comparecer a Bienal de SP.
    Bjkas

  • Karen disse:

    Aaaahhh tô triste que você não vai :(

  • Ludmila disse:

    Sonho de princesa é ir na Bienal

  • Mayara Milesi disse:

    Olá!

    Eu adoro eventos literários, a oportunidade de poder conversar, conhecer e encontrar pessoas que gostam das mesmas coisas que ti são indescritíveis.
    O meu maior prazer é ir na bienal do livro e não apenas pelos eventos que lá tem, mas pelo lugar, pela sensação e o prazer de estar rodeada de algo que ama.

    Beijos

  • Mi disse:

    Oii, tudo bem?

    Eu amo eventos literários, adoro estar rodeada de coisas que amo, e é sempre bom conversar e fazer amizade com pessoas que gostam de coisas parecidas. Um dia eu ainda vou na Bienal, sonho kkkk

    Beijinhos!!

  • Vitoria Doretto disse:

    Oi, Karen!
    Ai eventos literários são só amor! Tenho que concordar que passar um tempo de qualidade com autores brasileiros é sempre uma experiência ótima. Não fui na Flipop nem na Flip este ano, mas fui na Bienal no último final de semana e irei novamente no próximo sábado. A Bienal é um dos meus eventos preferidos para rever autores queridos e conhecer novos, é tão bom! <3
    Beijos!

  • Dayhara disse:

    Vou sair daqui do sul pra ir pra sp só por conta da bienal! haha pra mim é um evento grandioso demais e que merece toda essa movimentação. Achei sua dica bastante válida, sobre fazer o seu próprio evento literário, as vezes é disso que precisamos, só um empurrãozinho.

  • Luna disse:

    Sou completamente apaixonada por livros, mas, talvez por minha timidez, não sou muito de eventos. Sou do tipo caseira, que gosta de ir às bibliotecas e livrarias e até conversa muito pessoalmente sobre livros, todavia não aprecio muito esses eventos grandes. Fui à Bienal uma vez (na do RJ), alguns anos atrás. E por mais que tenha amado também fiquei bem cansada e doida para ir para casa. Era lindo estar cercada de livros, uma sensacional maravilhosa, mas o barulho, a quantidade de gente, as filas… isso me irritava.kkkkk…

    Bjs!

  • Maria Luíza Lelis disse:

    Oi, tudo bem?
    Muita coincidência ler seu post hoje, pois cheguei antes de ontem da Bienal. Foi a primeira vez que tive a oportunidade de ir e que evento maravilhoso. Conheci vários autores nacionais maravilhosos e foi muito bom ter a oportunidade de conversar com eles, pegar autógrafos e tirar fotos. Uma pena que não te vi por lá.
    Adorei o post e, depois dessa Bienal, quero participar de mais eventos literários.
    Beijos!

  • Camila de Moraes disse:

    Olá!
    Amo eventos literários, mas não moro muito próximo de onde acontecem a maioria aqui no RJ e com o aumento da violência escolho a dedo em quais ir.
    Porém já aguardo com ansiedade a Bienal do RJ, já que esse ano não pude ir pra Sampa conferir a feira.
    É sempre tão bom. O parque de diversões para nós amantes da leitura.
    A gente fica cansado, mas o sorriso estampado no rosto.
    Beijos!

  • Carolina Trigo disse:

    Oi Karen!
    Concordo com você em tudo. Para um leitor (e escritor também), a melhor coisa que existe são os eventos literários. Lá, conhecemos muita gente legal, tanto leitores, quanto escritores, como blogueiros, fazemos amigos, compramos diversos livros, conhecidos ou não, e ainda muitas vezes levamos brindes para casa.
    Só fui para a Bienal de SP, mas tenho muita vontade de ir para a Flip. Mas imagino que os objetivos dos dois eventos sejam diferentes – na Flip, o objetivo maior é ir em palestras e bate-papos; já na Bienal, o objetivo é comprar livros mesmo, além de ter essa proximidade com os autores.
    Fiquei triste que não consegui te encontrar novamente, pois só vou nesse segundo sábado. :(
    Adorei o post!
    Bjss

  • Marijleite disse:

    Eventos literários são tão legais. Me senti encantada na primeira feira do livro que fui, rodeada por livros e apaixonados por leitura. Quero um dia ir num evento como a FLIP ou a Bienal.

  • Anelise Besson disse:

    Aaaaah!

    Eu amo eventos literários, eu sempre saio deles melhor do que entrei. Eu realmente acho que os eventos deveriam acontecer mais vezes e não somente nas capitais, eu moro no interior e nem sempre temos eventos por aqui. Adorei o seu post :) hehe.

    beijos!

  • Ivi Campos disse:

    Eu amo evento literários, mas sempre acabo indo nos mesmos…Fiquei com vontade de começar algo e também começar a ir atrás dos diferenciados. Beijos

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem