Terça Livre: Quem dança seus males espanta

O que vocês gostam de fazer nas horas vagas quando não estão lendo ou assistindo séries? Alguém aí tem algum hobbie? Esportes, artesanato?

Eu danço. ♥

Se não me engano, já tem uns 4 anos que pratico dança do ventre. Tudo começou quando, depois de um tempo sedentária fora de academia, minha irmã me recomendou uma escola de dança com várias modalidades. Embora a intenção dela fosse me empurrar para dança de salão, eu resolvi fazer uma aula experimental de dança do ventre e curti. Sim, sou da época que assistia O Clone e a dança já tinha me chamado a atenção na época, mas praticar parecia algo muito distante pra mim. Enfim, fiz a aula e gostei.

A partir daí, não consegui parar. Cheguei a fazer uma pausa de alguns meses, quando uma amiga me convidou para conhecer outra escola (a Luxor). Acabei passando para essa escola e comecei a participar de workshops, fazia apresentações em grupo e eventuais solos… Descobri um mundo novo e uma nova cultura, uma outra forma de enxergar a minha própria feminilidade e também quebrar algumas barreiras, mas há outras ainda estão em andamento.

Eu sei que muitas pessoas têm uma visão um tanto distorcida da dança do ventre, por ser uma dança naturalmente sensual, com muitos movimentos sinuosos e marcações com quadril e peito. Há quem ache a dança do ventre vulgar e uma dança sem muito benefício para a saúde, porque “dá barriga”.

Então, deixa eu esclarecer:

  • DANÇA DO VENTRE NÃO DÁ BARRIGA
  • NÃO TEM LIMITE DE IDADE E NÃO PRECISA SEGUIR UM PADRÃO DE BELEZA.

Quer ter um corpo de bailarina de dança do ventre? Tenha um corpo. Pratique dança do ventre.

  • A dança do ventre não é vulgar. Ela surgiu entre as mulheres, para as mulheres. Tem tudo a ver com fertilidade (afinal, é no ventre que geramos uma vida) e com feminilidade. Algumas bailarinas podem adotar uma postura ainda mais sensual (e forçada, na minha opinião) do que outras, mas isso é o estilo adotado pela bailaria em questão.

Eu não vou entrar muito no mérito de conceito de dança do ventre e etc., porque o que eu quero compartilhar nesse post é como a dança me ajuda a relaxar e faz com que eu me sinta bem comigo mesma. Quem me conhece, percebe como eu gosto da dança, só de falar nela. É algo terapêutico, que requer treino e prática – e eu acho que ainda tenho muito o que aprender, mas eu recomendo muito.

Então esse post é mais um convite. Você quer mudar, tentar fazer algo diferente? Vá dançar. Não precisa ser dança do ventre, não é todo mundo que se identifica (e antes que os rapazes falem algo, existem homens que se interessam pela arte e que mandam muito bem, vide Bruno Habib), veja um ritmo que você curta e vá em frente. Lembrando que qualquer tipo de dança requer prática, então não espere um desempenho 100% logo na primeira aula.

Para quem quiser sabe mais sobre dança do ventre, seguem algumas sugestões de canais para acompanhar:

Olha que Legal – Hana Hassani – aborda diversos temas relacionados à dança do ventre, inclusive história, algumas modalidades de dança

Fala Esme – Esmeralda Colaboni – Ela dá várias dicas e conta um pouco sobre sua experiência na dança. É muito bom!

Canal da Ju Marconato – Além de vídeos de dança, a Ju Marconato dá várias dicas para meditação também!

Em tempo: uma das minhas barreiras é postar foto com figurino, já que sou tímida e não curto muito exposição da minha figura. rsrs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • Clayci Oliveira disse:

    Eu gosto de fotografar <3
    Mas fiz dsse hobbie uma profissão, por isso tenho encontrado dificuldades para sentir prazer haiuhaiuhaiuhaiuhahaiuha
    Eu AMO dança do ventre.
    Nunca me interessei em aprender, mas SEMPRE que podia ia nas apresentações de uma escola aqui perto. Acho a dança linda demais.. Tudo .. o movimento, as roupas,, enfim é maravilhoso =D

  • Dayhara disse:

    Eu gosto de dormir, ver filmes, escrever hahaha que bacana que voce dance, acho isso lindo demais, a dança do ventre em especial me parece carregar uma carga emocional muito forte, isso é lindo! As roupas entao… Nem se fala.

  • Karini disse:

    Tudo bem? Nas minhas horas vagas gosto de jogar, ouvir músicas e passar tempo com meus filhos, interagindo com eles no “mundo” deles.

  • Carolina Durães de Castro disse:

    Oi Lucy, tudo bem?
    Nas minhas horas vagas eu realmente leio e assisto filmes e séries, além de passar um tempo com a família. Fora isso, não posso dizer que tenho alguma atividade regular mesmo.
    Bjkas

  • Tahis disse:

    Olá!
    Fazer aulas diferentes são um estímulo para nossa mente, nos deixa mais dispostos, mas para cima né, dançar é algo que deixa a alma leve.

    beijos

  • Beatriz Andrade disse:

    Que legal! Eu gosto bastante de dança do ventre, pena que por aqui não tenha onde fazer aulas. Tem poucos lugares que têm aulas de dança e nesses poucos as de dança do ventre não estão disponíveis :(

  • Paac Rodrigues disse:

    eu aadoroo assistir doramas, é algo que me faz bem, quando não é isso é ir pra academia.

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem