Top Ten Tuesday: 10 quadrinhos com meu irmão

ttt2013
Olá pessoal e sejam bem vindos a mais um Top Ten Tuesday. De antemão aviso: separem seus lenços pois este top 10 será emocionante. Esse post é dedicado a todos os irmãos que compartilham seus livros, quadrinhos, jogos, brinquedos, palhaçadas, alegrias e conhecimento com seus irmãos mais novos, mas ele é especialmente dedicado à uma pessoa – meu irmão.

Top Ten Tuesday é uma iniciativa do blog The Broke and the Bookish.

Holy Avenger , Marcelo Cassaro, Rogério Saladino e ilustrada por Érica Awano

Direto do túnel do tempo, 15 anos atrás para ser mais exato. Inspirada em sessões de RPG dos criadores e editores da falecida e saudosa (mas nem tanto) revista de RPG Dragão Brasil. Fora as semelhanças com The Record of Lodoss War, era uma revista interessante e juntamente com o material da revista irmã, serviu de inspiração para algumas aventuras de RPG nossas. Mas ela serve mais como uma lembrança daqueles tempos de RPGs pela madrugada.

Jonah Hex Vol. 1 – Marcado pela Violência Avenger , Vários autores

Diferentemente do filme, nesta HQ Jonah Hex não luta contra o sobrenatural ou possui armas fantásticas. Ele é um pistoleiro com um grande senso de justiça e uma cara muito feia lutando contra seres humanos igualmente ‘feios’. E Jonah é muito bom no que faz. Uma HQ muito boa que mostra como o ser humano consegue ser degradante, e como as aparências enganam.

EAT-MAN , Akihito Yoshitomi

Uma série de curtas sobre um mercenário, cuja habilidade consiste em recriar em seu braço qualquer coisa que tenha comido. Especialmente armas. Não me lembro de termos lido todos da série ou sequer se achamos os demais da série. Muito divertido e deve valer horrores se você possuir todos os volumes. Este aqui me lembra bastante da época em começamos a desenhar e arriscar uns traços de mangá juntos.

O Espetacular Homem-Aranha – De volta ao Lar , J Michael Straczynski e John Romita Jr

Edição excelente do Homem-Aranha, na qual Peter enfrenta uma vilão muito acima de seus poderes e que se alimenta deles. Peter conta com a ajuda de Ezekiel, outro homem que também possui poderes semelhantes aos seus, para entender, sobreviver e quem sabe até derrotar esse monstro, mas para tanto, o aracnídeo terá que usar todos os seus conhecimentos.

Wolverine

Nenhuma edição específica infelizmente. Mas traz lembranças muito boas de várias tardes na gibiteca do SESC sentado e lendo quadrinhos junto com meu irmão por várias horas. Lembro que o Wolverine tinha bastante revistas e era um dos meus heŕois favoritos na época.

Batman – A Piada Mortal , Alan Moore e Brian Bolland

Um clássico que dispensa palavras. Mesmo que você não acompanhe a saga do morcego, que saiba o mínimo sobre o personagem, é impossível não se emocionar e ficar maluco com essa edição. Um presentaço pra qualquer irmão.

A Espada Selvagem de Conan – A Rainha da Costa Negra , Vários Autores

Rapaz… quantas horas de brincadeiras imitando o Conan, quantas vezes não vimos o VHS do Conan ou do Guerreiros de Fogo na casa de meu pai. Incontáveis vezes. A versão clássica do Conan é puro saudosismo, é pura infância. Esse é tesouro do coração.

Revista Herói

Quem nunca ouviu falar nessa revista? A Herói era o recurso para obter spoilers e notícias fresquinhas dos seus mangás, quadrinhos, animes, filmes e séries favoritas. Quando a grana apertava e não tinha tevê em casa bem… era uma forma de fomentar a imaginação. Continua firme e forte neste endereço.

Quadrinhos Caseiros, Felipe Alvares e Rodrigo Alvares

Muitos e muitos quadrinhos caseiros – e se você nunca fez um com seu irmão, não sabe o que está perdendo. Tramas sem sentido, personagens absurdos, páginas perdidas e quadrinhos incompletos – o caos total. De cabeça lembro do Capitão Louco – um pirata com cabelo espetado e olhos em espiral e também do Super Felipe/Super Rodrigo.

O Príncipe e o Mendigo, Rodrigo Alvares

Infelizmente não tenho a capa original dessa preciosidade que é este quadrinho. Lembro vagamente dele ter sido um trabalho de artes na época da escola, feito pelo meu irmão. Segundo ele eu tenho alguma contribuição, mas não lembro disso. Lembro da capa como se fosse hoje e de ter lido várias vezes. Era uma história básica do príncipe e o mendigo que trocam de lugares, mas tinha também viagem no tempo e uma tentativa de salvar Jesus de ser crucificado. Coisa top gente, muito top.

E com isso encerramos esse saudoso e lacrimoso top 10. Espero ter inspirado vocês a escreverem alguns quadrinhos com seus irmãozinhos(zinhas)/irmãozões(zonas) ou pelo menos ter puxado algumas lembranças boas.

Rodrigo, espero que você continue preservando e utilizando esse talento, mesmo que não almejando grandes títulos ou glórias, mas sabendo que seu fã número um e parceiro de quadrinhos está sempre perto de você.

Essa postagem está participando do Top Comentarista de Janeiro. Por favor, preencha o formulário abaixo após postar seu comentário. Basta clicar na imagem para abri-lo em nova página!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Cecília Martinns disse:

    Tem muitas HQs boas que você colocou na lista, sou louca por ler mais HQs do Wolverine em todas em sequencias.
    Tem varias HQs que eu não conheço mas que eu fiquei interessada para ler.

  • Karen disse:

    Que post bonitinho! <3
    De histórias em quadrinhos, acredito que o que mais compartilhei com a minha irmã foi A Turma da Mônica. Mas livros eu compartilhei mais coisas com ela... A Coleção Vaga-Lume na biblioteca da escola, todos os Agatha Christie da coleção da minha mãe, No Reino Perdido do Beleléu - acho que o primeiro livro que li de verdade na vida, o livrinho O Primeiro Beijo (acho que ainda o tenho em algum lugar...) e, finalmente, Harry Potter, na adolescência, quando eu lia os livros primeiro e contava histórias para ela antes de dormir, juntas, no mesmo quarto. <3

  • Douglas Fernandes disse:

    Muito dificil eu ler HQ.. 🙁 tenho aqui alguns, poucos mas tenho… tenho que tirar um tempo uma hora dessas pra dar uma lida

  • Rod Alvares disse:

    Felipe, nostalgia máxima esse post meu irmão! E pensar que estes quadrinhos cresceram em nós, fazendo parte dos adultos criativos que somos hoje…Agora serei obrigado a ler todos novamente hehehe

  • Shadai disse:

    a Herói foi muito importante na minha infância e começo de adolescência lá nos anos 90 quando eu era viciado em Cavaleiros do Zodíaco e passei a conhecer/gostar de animes, mangás, hq’s. Tão importante que fui até a capital conhecer a editora e me espantei como era um local pequeno (e bagunçado) e que mesmo assim fazia uma revista tão boa de enorme sucesso!
    Nem sabia que existia o site deles ainda, valeu!

    na minha listinha de hq’s importantes entraria meu super-herói favorito: Demolidor (Daredevil). Ansioso pela série dele feita pelo Netflix

  • Gustavo disse:

    Adorei o TTT e não tenho irmão para dividir minha paixão por livros… Que triste kkkk mas mesmo assim achei muito interessante os quadrinhos que apresentou. Eu não leio HQs, só da turma da Mônica, que foi meio que ele que me levou para o mundo da leitura. Nostalgia total kkkkk

  • Netto Baggins disse:

    Muito bacana essa história de verdadeira fraternidade. Não me interesso muito por quadrinhos, no meu caso fui eu que iniciei minhas irmãs no mundo de Harry Potter (que nós amamos até hoje) e fiz uma delas se apaixonar também por O Senhor dos Anéis. Sem falar das várias séries de tv que acompanhamos juntos na infância/adolescência.

  • Marília Sena disse:

    Ah, que lindo isso! Eu fico tentando incentivar minha irmã a ler, mas ela não gosta muito. Acho que minha contribuição maior foi com as séries; ela passou a assistir algumas depois que eu indiquei (e dez vez em quando ela me pergunta se tal série é boa)! Vale muito a pena ter essa cumplicidade com os irmãos, nos torna pessoas melhores.

  • Felipe façanha disse:

    cara,boa lista,mas na minha opinião faltou hellblazer,sandman,guerra civil,watchmen ( basicamente tudo que alan moore faz) e the walking dead. mas claro opinião minha.

  • Brenda Carolina disse:

    Não curto muito quadrinhos, mas meu irmão gosta bastante, vou indicar esses pra ele.
    Eu tento incentivar ele a ler mais e adoro quando ele vem e fala que tal livro que indiquei é muito bom rsrs.
    Beijos

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem