Top Ten Tuesday: Dez livros para quando preciso de algo leve e divertido

ttt2013

Sou uma pessoa que gosta de ler livros pesados. E não estou falando apenas de livros grossos – como a minha leitura atual, Contos de Meigan, que é um livro ENORME – mas sim de livros densos, com histórias complexas e às vezes difíceis de serem digeridas, como Sonhe Mais, que li há pouco tempo. Então, após essas leituras, às vezes dá aquela vontade de ler algo leve, despretensioso e divertido. Algo para distrair. E aí que entra o nosso tema de hoje!

Lembrando que o Top Ten Tuesday é uma iniciativa do blog The Broke and the Bookish!

Diário de um magro, Mario Prata

Claaaaaaaro que eu tinha que colocar aqui livros do meu querido Pratinha, salve salve, maravilhoso! Pratinha é divertido, despretensioso, despreocupado, engraçado e fala com a gente através dos seus livros como se estivesse na nossa sala de visitas batendo um papo e tomando uma cervejinha. E Diário de um Magro é mais um dos seus livros que seguem essa linha. São várias crônicas dentro de um spa. Só Mario Prata mesmo. Quem quiser saber mais, leia a resenha. É um dos meus livros preferidos do meu autor favorito.

Os Haicais do Menino Maluquinho, Ziraldo

Esse livro é uma doçura. Leve, sensível e divertido. Muito rápido de ler e ainda deixa mensagens lindíssimas em pequenos poemas. Cheio de ilustrações do Menino Maluquinho – e quem não ama? Recomendadíssimo para ler e reler. Resenha aqui.

A Garota do Outro Lado da Rua, Lycia Barros

Sim, eu também leio romance. Quando preciso de algo leve para me distrair, muitas vezes procuro refúgio em histórias “água com açúcar”, porque a vida também precisa de uma pitadinha doce. Esse romance foi o primeiro que li da Lycia Barros e me apaixonei pela escrita da autora. É um romance leve, verdadeiro e muito rápido de ler, devorei em pouquíssimo tempo. De quebra o livro ainda deixa uma reflexão muito legal e eu totalmente me identifiquei com o personagem principal, que é meio nerd. Leia a resenha e conheça mais.

Lola e o Garoto da Casa ao Lado, Stephanie Perkins

Fazia um bom tempo que eu queria conhecer Stephanie Perkins, que tanto a Vânia e a Lany falam aqui no blog. Escolhi a Lola porque ganhei o livro em uma promoção e não me arrependi. O livro é bem levinho, divertido e ainda traz coisas muito legais, como a ideia de que devemos ser do nosso jeito, sem nos importarmos com o que os outros estão pensando, além da Lola ser a filha adotada de um casal gay, o que eu achei fantástico. A relação dos pais da Lola é incrível e deliciosa (hummm, aquelas tortas, aliás!). Leiam a resenha e descubram mais sobre o livro!

O Clube dos Anjos, Luís Fernando Veríssimo

Esse ainda não resenhei aqui no blog, mas preciso. Também é um livro para ler e reler. Do gênio Luís Fernando Veríssimo também, o que poderíamos esperar? Um livro deliciosamente mortal que fala sobre um grupo de gordinhos fascinados pela boa comida e que começam a morrer pela boca! Divertidíssimo. Um dos meus preferidos do Veríssimo.

O Diário de Bridget Jones, Helen Fielding

Outro “água com açúcar” – na verdade, tá mais pra “cigarro com álcool” – que eu adoro. Não sou muito de chick-lits, mas para mim é impossível não amar O Diário de Bridget Jones. O livro é hilário, leve, divertido, fofo… tudo de bom! E quem não se identifica com a Bridget? Longe de ser mais uma mocinha linda e perfeita, ela é gordinha, vive querendo emagrecer, cheia de vícios e manias. Ela é  deliciosamente real. E quem não quer o Mark Darcy, hein, meninas?

S.E.G.R.E.D.O., L. Marie Adeline

Não sei quanto a vocês, mas para mim livros eróticos (a maioria, pelo menos) são leitura leve e divertida. Oras, eu pelo menos não quero ficar tensa ou me preocupando com esses livros. Sinceridade? Para mim eles servem apenas para ler uma sacanagem e é isso aí. Eles são uma distração e, por isso, se começam com muito mimimi e drama já me enchem o saco. S.E.G.R.E.D.O. quase conseguiu me conquistar apenas com essa pegada de diversão sem preconceitos, mas pecou no final ao trazer um dramalhão mexicano inútil. Resenha aqui.

Minhas Mulheres e Meus Homens, Mario Prata

Outro do Pratinha, meu querido e amado autor. Minhas Mulheres e Meus Homens é uma coleção de crônicas do autor – na edição que eu li, em ordem cronológica. Na realidade são vários verbetes com nomes de pessoas conhecidas do autor, famosos ou desconhecidos, em várias situações, geralmente divertidíssimas e surpreendentes. Um livro delicioso e recomendadíssimo. Leiam a resenha e saibam mais.

Filtro Solar, Mary Schmich

Esse livro é uma delícia, aliás, preciso resenhá-lo aqui. Originalmente era um discurso de formatura, porém foi publicado como um livro e traz mensagens adoráveis, irreverentes, profundas e divertidas. É um livro para se ter na cabeceira, ler, reler, guardar as mensagens, postá-las por aí e distribuir os bons sentimentos dessas páginas. Apesar de curtinho, é um livro riquíssimo e altamente recomendado.

Série Percy Jackson/ Os Heróis do Olimpo, Rick Riordan

Eu adoro Percy Jackson. E, apesar de ter alguns momentos sérios, para mim é uma série leve e muito divertida. Quando começo a ler um dos livros (aliás, A Marca de Atena está aí, preciso comprá-lo!) já sei que vou ter bons momentos de diversão e um sorriso automaticamente se forma no meu rosto. Algo que contribui e muito para isso é a escrita simples e sem muitas pretensões de Rick Riordan e a narração irônica (que eu adoro!) do Percy. Uma série deliciosa. Leiam as resenhas aqui.

E vocês? O que leem para escapar da dura realidade e simplesmente relaxar? Comentem!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Manu Hitz disse:

    Adorei suas leituras leves e divertidas. Acho que crônicas e contos são mesmo um alívio pra quem está apenas querendo a companhia de um livro que não exija nada: nem lembrar dos detalhes, nem raciocinar, muito menos refletir ou chorar, rsrs… E sua escolha de Mário Prata e Luís Fernando Veríssimo, entre os livros do post, foi perfeita!

  • Karen disse:

    Oi Manu!!! =)
    Obrigada, moça, fico contente que tenha curtido o post! Crônicas são um gênero que eu gosto muito e realmente são bastante leves e relaxantes. Sem contar que eu AMO Mario Prata, ele é meu autor preferido, e o Veríssimo é sem comentários, o cara é incrível, genial, tudo de bom!
    Beijão!!!

  • Bruna disse:

    Com certeza Stephanie Perkins é uma leitura levinha e divertida. Já leu Anna e o Beijo Francês? Eu gostei mais do de Lola. Depois dá uma olhada 🙂
    Nossa, li O Diário de Bridget Jones a muuito tempo.. Deu até vontade de reler.. heuheuhe

    beeijos
    Bruna
    http://www.umpoucodissoeaquilo.com.br

  • Karen disse:

    Ainda não li Anna! =D Mas quero muito ler!
    Ah… Diário de Bridget Jones é muito bom… também fiquei com vontade de reler! rsrs
    Beijão!

  • Lany disse:

    Leia Anna! Anna é lindo e é em Paris!

  • Lucy disse:

    Como erótico q entra nessa galeria, a série da Bella Andre (dos irmãos Sullivan) também é um prato cheio. rsrs

    Deixa eu ver um livro pra relaxar… Nossa, um livro de aventura, eu acho. Tem As violetas de março também, eu achei que a leitura foi super leve e fluiu bem. rsrs outro livro q não é tão leve, mas é bom do mesmo jeito é O lado bom da vida.
    E livros infanto-juvenis. Adoro! rsrs
    Eu leria também algumas crônicas, as do Rubem Braga estão entre as melhores.
    Bjos!

  • Karen disse:

    Ah, mas a série da Bella Andre você acha que eu consigo? Sei lá, parece tão mela-cueca pra mim… rs
    Infanto-juvenis são ótimos para relaxar. Até pensei em Harry Potter, mas depois lembrei que fico tensa lendo algumas partes, então não…
    Crônicas são ótimas também apenas para passar o tempo e curtir. =)

  • Lany disse:

    Acho que 99% dos livros que eu leio são leves hahaha! Afinal eu leio muito romances e chick-lits! Eu leio para me distrair, então são poucos os livros mais “sérios” que eu leio.
    E se você gostou de Lola, você tem que ler Anna, que é muitooo lindo! *-*

  • Karen disse:

    É mesmo, Lany, livros leves são tua cara! Se esse TTT caísse para você não seria só 10 livros! uhahuahauha +)
    Eu gostei de Lola, foi bem levinho e divertido! Quero ler Anna sim, vocês falam tão bem dele!

  • Thamires Rodrigues disse:

    Tenho os dois primeiros e realmente concordo que com eles a risada é certa! KKK Os outros eu não li, mas se está dizendo que eu acredito em sua palavra. *-*

  • Karen disse:

    Olha, Thamires, pode ler todos os outros que são livros bem gostosos de ler. =) Apenas S.E.G.R.E.D.O é um pouco decepcionante no final.

  • Vania disse:

    Lolaaaaaaa!!!! Bridgeeeeeeeet!!!! Adoro as duas hahaha e também fazem parte do meu hall de leituras leves. Leia Anna quando tiver uma chance; eu não consigo escolher entre Anna e Lola, os dois são super diferentes (mas o Crickett definitivamente é mais fofo, apesar do sotaque do St. Clair).

  • Karen disse:

    Eu tô com a Anna no meu Kindle, vou ler sim! =) Só tô esperando entrar no clima. Do nada é que me dá esse estalo e eu quero ler algo sem pretensões, aí eu leio esses livros. Com a Lola foi assim. Inclusive eu li na praia! hahahaha

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem