Top Ten Tuesday: Dez livros que li na escola

ttt2013
Hoje o Top Ten Tuesday é bem saudosista (nossa, muito!). Vou falar aqui sobre os livros que li na escola. Não necessariamente os obrigatórios, mas os que mais me marcaram na época do ensino fundamental e médio. Teremos então muita literatura nacional, além de vários livros da coleção vaga-lume. rsrs

O Top Ten Tuesday é um meme semanal criado pelo blog The Broke and the Bookish.

O Escaravelho do Diabo10. O Escaravelho do Diabo, Lúcia Machado de Almeida: Parem as máquinas! Se você nunca leu O Escaravelho do Diabo, sinto informar: você não teve infância! Claro que isso pode ser remediado, já que esse livro é um dos mais famosos da autora. Assassinatos de pessoas ruivas e um escaravelho encontrado nas cenas dos crimes. Recentemente lançaram um filme, mas com uma pegada diferente, já que o protagonista é um menino. Super recomendo a leitura.

O Mistério do Cinco Estrelas9. O Mistério do Cinco Estrelas, Marcos Rey: Um corpo é encontrado por um funcionário do hotel, Leo. Esse foi o primeiro livro que li com os protagonistas Leo, Gino, Ângelo e Guima. Eles ainda aparecem em Um cadáver ouve Rádio, O Rapto do garoto de ouro e Um rosto no computador (se não me engano tem mais um, mas não lembro…).

A Ilha Perdida8. A Ilha Perdida, Maria José Dupré: Dois meninos se aventuram em uma ilha, sendo que um deles acaba preso por lá. O que será que ele encontra? Uma história muito bonita sobre amizade e confiança.

marca_de_uma_lagrima7. A marca de uma lágrima, Pedro Bandeira: Recentemente houve uma polêmica sobre o “conteúdo sexual” desse livro ser demais para meninas de doze anos. Olha, eu li o livro com 13/14 anos e, sinceramente, eu suspirava por causa do romance e não achava nada de mais. Aliás, existe sensualidade, mas não acho que fosse nada que forçasse a barra. Enfim, eu recomendo que vocês leiam, se apaixonem e tirem suas próprias conclusões. Resenha

memorias-postumas-bras-cubas6. Memórias Póstumas de Brás Cubas, Machados de Assis: Eu li no colegial. Confesso que o que Dom Casmurro me entediou, Brás Cubas me divertiu. Uma pena que há quem corra para as montanhas à menção do nome de Machado de Assis, por ser uma daquelas leituras obrigatórias da escola. Acho certo continuar obrigatória, mas tentem ler com gosto, porque vale a pena.

Um Estudo Em Vermelho5. Um Estudo em Vermelho, Sir Arthur Conan Doyle: O primeiro livro de Sherlock Holmes! Eu li por volta dos 13 anos, também. Um assassinato e uma palavra grafada com sangue na parede. O Dr. Watson narra como conheceu o que viria a ser seu melhor amigo e grande detetive e já começa com um caso extraordinário de vingança.

Sozinha No Mundo4. Sozinha no mundo, Marcos Rey: Uma jovem viaja com a mãe doente para ver um tio que as sustentava, mas no caminho sua mãe morre subitamente. Li e reli essa história muitas vezes, adorava a história de Pimpa e sua oncinha de pelúcia inseparável. Super recomendo!

O Conde de Monte Cristo3. O Conde de Monte Cristo, Alexandre Dumas: Meu primeiro contato com esse livro foi com uma adaptação juvenil da obra, quando eu tinha 16 anos. A história não foi menos apaixonante para mim, tanto que tenho o livro completo dele agora. Até onde um homem pode ir em busca de vingança?

A volta ao mundo em 80 dias2. A Volta do mundo em 80 dias, Julio Verne: Meu pai trouxe de um sebo e lembro de ter lido pela primeira vez aos 14 anos. As trapalhadas do ajudante de Phineas Foog, Fura-Vidas, eram hilárias! Ele foi um destaque à parte da trama! Recomendo!

1. Pollyanna / Pollyanna Moça, Eleanor H. Porter: Li Pollyanna há muito tempo, para logo depois ler Pollyanna Moça. Gente, a menina conseguia ser irritante e legal ao mesmo tempo! Realmente, é difícil jogar o jogo do contente o tempo todo. O Grupo Autêntica relançou o clássico em capas lindinhas, como vocês podem ver uma delas ali do lado! Eu adorei!

Alguém aí se recorda de algum livro leu durante a escola? Conta aqui!

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Aline Santos disse:

    Olá! Das obras citadas li o clássico Memórias Póstumas de Brás Cubas. Li tbm Moreninha, Primo Basílio e O Crime do Padre Amaro….
    Bjs

  • Lucy disse:

    Oi, Aline!
    Primo Basílio é um dos clássicos que também adoro! Cheio de intrigas… heheh
    Bjos

  • Elidiane Lima disse:

    Oi, Lucy!
    Desses 10 livros que você leu li A marca de uma lágrima do Pedro Bandeira e Pollyanna / Pollyanna Moça, eles me marcaram bastante na minha época do ensino fundamental e médio… Outros que li também sem ser obrigação – a maioria foram os clássicos que amo – foi A moreninha, O cortiço, Os Miseráveis, O Guarani, vários livros de José de Alencar… e por ai vai, a lista é imensa rsrs.
    Abraços!

  • Lucy disse:

    Oi, Elidiane! Também li A Moreninha e O Guarani! O Cortiço eu não consegui terminar… hehehe E fico de namoro com Os Miseráveis, mas ainda não li. Anotada a sua dica!
    Bjos

  • Thais Lima disse:

    Oi!
    Infelizmente não li nenhum dos seus dez livros. Na minha época na escola li muito livros de fantasia como Arthur e os minimois, poesias e alguns livros de suspense antigos.
    Beijos!

  • Lucy disse:

    Oi, Thais! Que coisa! Fica como recomendação para você, então! Boa parte dos livros você consegue ler em um dia. 😉
    Bjos

  • Diana Batista disse:

    Li alguns desses que você citou. A coleção Vaga-lume tem títulos memoráveis! Mas pra citar outros que me marcaram durante a vida escolar foram “Meu pé de Laranja Lima” de José Mauro de Vasconcelos; “O Caso dos dez Negrinhos” de Agatha Christie, “A Maldição do Silêncio” e “Histórias da Turma” de Marcia Kusptas e os contos de Machado de Assis. Cada um deles me apresentou um gênero, uma linguagem, um universo diferente.

  • Lucy disse:

    Oi, Diana! Fica aí as suas recomendações. Meu pé de laranja lima também é uma ótima pedida!
    Bjos!

  • Netto Baggins disse:

    Desses só tiraria Memória Póstumas, que nunca consegui passar da terceira página. E não é nem por ser literatura “clássica” (não tenho problema com isso, adoro Eça de Queirós,já li Dostoiévski, entre outros), é pq é muito chato mesmo. Do Machado de Assis só acho interessante os contos. Nenhum romance dele me agrada.

  • Lucy disse:

    Oi, Netto! Muitos não conseguem ler Memórias Póstumas. Eu confesso que travei em Dom Casmurro… hehehe, mas insisti com Memórias e acabou que adorei! Também gosto de Eça de Queirós e ainda não me aventurei em Dostoiévski, quem sabe um dia.
    Bjos!

  • Beatriz dos Santos disse:

    Dos livros citados só li o Memorias póstumas de Braz Cubas e o conde de monte cristo, bons tempos…

  • Lucy disse:

    Oi, Beatriz! Recomendo muito todos eles!
    Bjos!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem