Top Ten Tuesday: Dez livros que pensei que gostaria mais do que gostei

ttt2013

Você já comprou um livro que você achou que ia simplesmente AMAR e de repente… Blé! Que coisa chata! Pois é, isso já aconteceu comigo. O contrário também, já li livros com poucas expectativas e me surpreendi. Mas dessa vez falarei dos livros que gostei (pelo menos um pouquinho), mas não superaram minhas expectativas.

O Top Ten Tuesday é um meme semanal criado pelo The Broke and the Bookish.

capa_julieta10. Julieta Imortal, Stacey Jay – Sabe um livro que a ideia parece bacana, mas na verdade é… uma grande confusão? Pois foi com Julieta Imortal. Além disso, Julieta não foi boa protagonista. Muito drama, muito sofrimento… Sabe quando você quer entrar dentro da história e dar uns bons tapas na cara da personagem e falar “Acorda, minha filha! Já foram 700 anos amargando a traição do namorado, parte pra outra!” Por sorte, como já estava ciente do universo louco sobre Mercenários e Embaixadores da Luz, Romeu Imortal foi mais legal e não estragou por completo a série. (Resenha)

terrivel_encanto9. Terrível Encanto, Melissa Marr – Olha aí outro livro cuja protagonista não me cativou. Aislinn conseguia ser tão dramática quanto Julieta, não no quesito amoroso, mas no sofrimento que era em conseguir enxergar os seres mágicos e sua determinação em se manter longe deles como sua avó queria. Por causa disso, parecia que ela tinha medo da própria sombra. Beirou quase ao desespero quando Keenan, o Rei do Verão, resolveu cortejá-la. Por sorte, Tinta Perigosa mostrou um enredo melhor (mas porque também tratava de outros personagens da série) e agora tenho esperança de que o terceiro livro, Frágil Eternidade, seja melhor que o primeiro, já que o foco volta para o triângulo Aisllin, Keenan e Seth. (Resenha)

BLUE_BLOODS8. Blue Bloods: Vampiros de Manhattan, Melissa de La Cruz – A história da personagem de nome não pronunciável, Schuyler (saúde!) e sua descoberta de que é uma vampira que viveu várias vidas (ciclos) e cujos poderes começam a se manifestar aos 15 anos, além de toda uma sociedade secreta de vampiros, os Blue Bloods. A história simplesmente não me cativou e estou adiando a leitura do segundo volume ainda já tem… um bom tempo. rs Mas hei de criar coragem, mesmo porque acho que o segundo livro pode fazer parte do desafio de leitura que participo (não gostei da capa da versão brasileira, a americana é mais sutil). (Resenha)

delirio7. Delírio, Lauren Oliver – Eu fiquei bem chateada com Delírio, porque muitas pessoas gostaram e eu tinha grandes expectativas quanto a ele. Nossa, que decepção! Eu fiquei tão chateada que troquei o livro com uma amiga – ela gostou. Mas enfim, a protagonista simplesmente SOFRE o livro todo, aquela coisa do “quero, mas não posso, mas eu quero, mas eu não sei se devo, mas eu vou, mas não devia ter vindo e volta para o mas não posso, mas eu quero”… Certo, tem muito mais coisa além do drama da protagonista (agravado pelo suposto suicídio de sua mãe anos antes), mas realmente não me cativou, tanto que não vou ler as sequências. Quem sabe um dia. (Resenha que a Vânia fez e por isso arrisquei a leitura)

SEMPRE_AO_SEU_LADO6. Sempre ao seu lado, Rachel Gibson – Eu adoro chick-lits e comprei esse livro achando que era bem o estilo comédia romântica que se adapta para filmes de sessão da tarde? Confesso, adoro. Acho que era isso que eu esperava desse livro e  encontrei algo diferente. A história é boa, tem cenas bem hots, para mim ele é mais classificado como romance, quase no estilo romance de banca (falei das cenas hots), mas tem um tom mais sério… O que eu mais odiei na verdade foi… A edição brasileira!!! Meu Deus, que erros de revisão foram aqueles?? E de repente você se depara com um “derrepente”. Argh! Por isso não li o último livro lançado por Rachel Gibson aqui no Brasil. Muito medo da revisão (ou falta de) desse primeiro livro.

OS_ESPIOES5. Os espiões, Luís Fernando Veríssimo – Adoro Luís Fernando Veríssimo e gostei desse livro também. Mas a minha leitura fluiu muito lentamente para um livro curto, não me conquistou como achei que aconteceria. Uma pena, mas isso não quer dizer que eu pare de ler obras do autor.

podebeijar4. Pode beijar a noiva, Patricia Cabot – Eis um livro que tive vontade de jogar na parede. A protagonista é teimosa feito uma mula e o protagonista salva a história, mas mesmo assim, achei a história fraca. E olha que eu gosto muito das histórias da Meg Cabot, mas de certa forma ela peca quanto tenta escrever esses romances de época (certo, eu só li um, mas já li resenha de outros que não foram muito positivas). Vale a leitura para os dias de tédio supremo. (Resenha)

MARSHA_MELLOW_E_EU3. Marsha Mellow e eu, Maria Beaumont – Imagine que você é a autora de um livro erótico com cenas bem picantes. Pense em Cinquenta Tons de Cinza ao cubo. Foi o livro que Marsha Mellow, pseudônimo da protagonista Amy, escreveu. O livro gira em torno das especulações sobre quem seria Marsha Mellow e por que tanto segredo. Também considerei a história fraca, este livro foi um que achei bem sem graça mesmo.

2diario_bridget_jones. O diário de Bridget Jones,  Helen Fielding – Eu tinha expectativas sobre esse livro porque eu assisti o filme e achei muito engraçado (bem o estilo que mencionei acima), mas a escrita de Helen Fielding não me cativou como achei que faria. Acabou que o livro é divertido, mas não o suficiente para me fazer correr nas livrarias e comprar a continuação (que comprei apenas ano passado na Bienal, em versão pocket).

UM_OLHAR_DE_AMOR1. Um olhar de amor, Bella Andre – Dos dois livros da família Sullivan que li, esse foi o que menos gostei. Na verdade, o amor à primeira vista e paixão avassaladora que acompanhou os protagonistas não me convenceu, mas a história é bem escrita, assim como o livro seguinte. Em breve lerei o terceiro livro e veremos se temos alguma mudança na fórmula de Bella Andre. (resenha)

E vocês? Tem algum livro que as expectativas foram maiores do que esperavam?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Lany disse:

    Lucy,
    Não sabia que você não gostava de Bridget Jones! Não é o meu livro preferido do gênero, mas eu gostei bastante!^^
    E eu gosto de Delírio hahaha! Os outros eu ainda não li!
    Um dos livros que eu adicionaria a essa lista foi A Elite! Estava todo mundo falando tão bem, que eu pensei que iria amar… Eu gostei, mas não foi tudo isso, e tenho várias reclamações hahaha!
    Também achei que fosse gostar muito de That Summer, da Sarah Dessen, porque eu tinha amado o primeiro livro dela que eu li. Mas nem consegui terminar hahaha!

  • Lucy disse:

    Eu gosto! Mas é como vc disse, não será o meu favorito e sinceramente na categoria Chick-lit, coloco em último lugar. rsrs
    Delírio nunca mais. u___u’ hahahaha
    Poxa, eu acho que A Elite deve ser tão previsível quanto A Seleção, então talvez eu não me decepcione tanto quanto você. A Jaque terminou de ler ele esse fim de semana e gostou bastante, até mudou a torcida de ship dela! hauahuahaua
    Mas vou dar um jeito de colocar essa leitura pra esse mês e aí eu tiro as conclusões. rsrs
    Bjos bjos

  • Carol disse:

    Isso aconteceu comigo várias vezes também rs. Mas confesso que a maior decepção foi em Aquele Verão, da Sarah Dessen. Criei muita expectativa, acho… haha
    Beijos
    bussoladepapel.blogspot.com.br

  • Lucy disse:

    Nossa, li algumas resenhas de livros da Sara Dessen e muitas pessoas pensaram o mesmo que vc, Carol! É chato mesmo quando isso acontece…
    Bjos!

  • Vania disse:

    Agora eu me sinto culpada por ter colocado suas expectativas com relação à Delírio lá no alto. Nunca é bom a gente ler um livro com expectativas altas, eu já me decepcionei tanto por causa disso… de achar que vou amar, de ter certeza que vou amar e acabar não gostando nem um tiquinho. É tão triste quando isso acontece… Hmmm… A Pirâmide Vermelha, achei super mais do mesmo. Shades of Earth, conclusão da série Através do Universo: foi boa, mas blah. Nem falo sobre Insurgente, apesar que minhas expectativas pra ele já eram bem baixas e mesmo assim ele não superou hehe

  • Lucy disse:

    Delírio larguei mão. Não leio nem pensar.
    Mas tudo bem, às vezes um livro provoca diferentes sentimentos nas pessoas, alguns gostam, outros não. 😉
    Sobre A pirâmide vermelha, ela está na minha lista desse ano. Não sei se vou gostar do primeiro, mas já me falaram que o segundo é melhor. Então, tem esperança. rs

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem