Top Ten Tuesday: Dez livros que resolvi ler em 2013

ttt2013

E chegou 2013, finalmente! Primeiro post do ano! Sai pra lá 2012, sai pra lá zica do ano passado, agora vamos renovar, sacudir a poeira, começar tudo de novo. Pode parecer bobagem, afinal, só se passou um dia, virou outro ano, mas um ano novo sempre é tempo de esperança, mais para nós mesmos do que para o mundo. Esperança de que podemos ser melhores, de que podemos fazer mais coisas, de que podemos viver mais felizes e plenos. Então, um Feliz 2013 para vocês, leitores do Por Essas Páginas!

Ano novo também é tempo de renovar metas – principalmente as literárias, no caso de nós, leitores malucos e compulsivos. Então hoje o Top Ten Tuesday é sobre os livros que resolvi tomar vergonha na cara e ler em 2013! Uma (pequena) parte da minha meta literária.

Lembrando que o Top Ten Tuesday é uma iniciativa do blog The Broke and The Bookish.

Querido e Devotado Dexter, Jeff Lindsay

Dexter é uma das minhas séries televisivas favoritas e, para minha alegria, existe também a série de livros na qual a série foi baseada. Já li o primeiro volume Dexter – A Mão Esquerda de Deus, que é sen-sa-cio-nal. Desde que li o primeiro livro já queria colocar as mãos no segundo, porém, livro vai, livro vem, e eu ainda não tive a oportunidade – até agora. Em 2013 certamente vou ler a continuação da saga do assassino em série mais querido e charmoso dos livros e da tevê, um livro que há muito tempo estava morrendo de vontade de lerTonight is the night. This year is the year?

Jogador nº 1Ernest Cline

Estou com vontade de ler esse livro faz tempo, mas só agora apareceu uma promoção incrível e consegui comprá-lo. Ele já está na estante aguardando ser lido e agora é a vez dele. A história se trata de um jogo no qual as pistas são ícones dos anos 80: músicas, filmes, livros, games etc. Para mim, que sou fã de carteirinha dessa época, um livro não poderia ser mais atraente. E em 2013 vou botar as outras metas de leitura de lado e mergulhar nesse universo.

Guerra dos Tronos, George R. R. Martin

Ok, podem jogar os tomates. Como assim eu ainda não li essa série? Como assim sequer a comecei? Pois é, imperdoável, não? A Mi quer me matar, meu próprio marido não consegue conter a vergonha que tem de minha pessoa. Mas tudo bem, vou compensar: esse ano vou começar a ler essa que é uma das maiores obras de fantasia já escritas… (e espero que goste, né! Afinal, dizem que ela é meio arrastada como Senhor dos Anéis, e a minha experiência com essa outra grande obra foi um pouco traumatizante…).

O Hobbit, J. R. R. Tolkien

Calma, pessoal, eu já li Senhor dos Anéis. Mas ainda não li O Hobbit. Gostei quando li toda a saga de Senhor dos Anéis, porém acho que eu era um pouco jovem demais. Fiquei irritada com a escrita de Tolkien, que na época achei arrastada e muito descritiva. Confesso que só terminei de ler a série porque adorava o Sam e queria saber como a história dele terminava. Mas esse ano quero dar mais uma chance: estou mais velha, mais madura e já li muitos outros livros. Então acho que a melhor maneira de começar a releitura desse clássico é lendo O Hobbit, que é o início dessa jornada e que eu ainda não li.

Dança da Morte, Stephen King

Esse tijolão do King é um dos seus livros mais icônicos, mais lidos, mais vendidos e ainda por cima tem tudo a ver com a série Torre Negra. E eu ainda não li. Mas tudo bem, 2013 está aí e ler esse livrão, quase um clássico do tio King, é uma das minhas metas literárias. Agora que tenho um Kindle, pelo menos não vou ficar com dor nas costas, apenas com o sentimento prazeroso de ler um bom terror do meu autor favorito.

1984, George Orwell

Alguns dizem que é a melhor distopia de todos os tempos. Outros dizem que é um livro assustador, em diversos níveis. Tudo isso sempre me instigou a ler esse clássico, mas a oportunidade só apareceu agora. Então, 2013 virará 1984 quando eu entrar nesse mundo distópico, dominador e assustador. Além disso ainda tem o plus que eu nunca li nada do autor e definitivamente George Orwell é um autor que quero conhecer.

O Senhor das Moscas, William Golding

Esse livro caiu na minha mão por acaso e desde o início do ano passado o mesmo está me encarando da estante: leia-me, leia-me, leia-me. Eu sei que ele parece ser ótimo, mas ainda não tive aquele sentimento de querer que ele seja a próxima leitura… acabo sempre colocando outro na frente. Esse ano isso tem que mudar. Por tudo o que já li sobre ele, é um livro forte, violento e que lembra Lost. Isso tudo significa que tenho que lê-lo.

Orgulho e Preconceito, Jane Austen

Podem preparar os tomates novamente. Como assim eu nunca li esse livro e como assim nunca li nada dessa diva literária? Pois bem, esse ano algumas coisas tem que mudar e uma delas é que vou ler Orgulho e Preconceito de qualquer jeito e finalmente conhecer Jane Austen. Não ser uma grande fã de romances não é motivo suficiente para nunca ter lido nada dessa autora.

A História de O, Pauline Réage

Quero ler esse livro desde que J. K. Rowling disse: “não, não li, não pretendo ler, não preciso de 50 tons de Cinza”. Porém, logo depois, ela disse que leu A História de O com um sorrisinho no rosto e foi o suficiente para que eu tivesse vontade de ler o livro. A diva leu, então preciso ler. Gosto de ler livros eróticos, mas gosto daqueles que são bons, bem escritos, com alguma história que valha a pena. E com tantos lançamentos do gênero está bem difícil achar algo bom no meio de tanta porcaria. (Felizmente Falsa Submissão salvou meu ano nesse gênero.)

Revolução dos BichosGeorge Orwell

Bem, agora vocês percebem que eu realmente quero conhecer George Orwell. É outro livro dele que resolvi ler em 2013 de qualquer jeito. Outro dia, passeando sem pretensões na biblioteca, encontrei-o e decidi que o leria, só não o peguei no dia porque só poderia escolher um e escolhi O Pequeno Príncipe. Mas da próxima vez que visitar a biblioteca será esse que escolherei.

E vocês? Quais suas metas literárias para esse ano? Quais livros resolveram passar na frente da lista e ler em 2013? Digam nos comentários!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comments

  1. Eu soh nao li os dois primeiros da tua lista e tudo que tenho a te dizer eh: como assim ainda nao leu?
    Eu nao sabia do risinho da JK. Mas compartilho o mesmo risinho. 😉

  2. Eu disse a mim mesmo que eu leria Jane Austen esse ano. Eu não tenho muita vontade, mas eu quero mudar um pouco, ler um mesmo tipo de livro… cansa. Minha amiga disse que a escrita da Jane Austen, por ser antiga, é bem diferente da que estou acostumado e que pode ser difícil pra mim, ler algum livro dela. Veja bem, eu odeio leituras “lentas”. Já tentei ler o primeiro livro da série O senhor dos anéis, porém… me cansei. A leitura é bem cansativa.

    Eu tenho vontade de ler as cronicas de gelo e fogo, parece ser uma série muito boa, já que todos só elogiam (;

    E falando em Dexter, eu assisti os 2 primeiros episódios e não gostei hahaah n me taque pedras.

    Bem, só queria comentar isso mesmo heuheue

    bjs

    1. Tudo bem, Felipe, não vou tacar pedras em você porque eu mesma mereço tomates por ainda não ter lido esses livros todos! rs
      Uma pena que não curtiu Dexter. E se tentar assistir mais alguns episódios?
      Também não gosto de livros “lentos”. Tive a mesma sensação que você ao ler Senhor dos Anéis, mas agora quero dar mais uma chance. Então vou dizer a você o mesmo que digo a mim mesma: insista! É sempre bom diversificar nossas leituras!
      Feliz 2013 para você!

    1. O risinho da J.K. (e as gargalhadas que tu disse) são pelas pessoas que leem 50 tons e acham o livro forte ou o Grey lindo e perfeito? Pela inocência (e talvez até ignorância)? Porque foi só isso que eu tirei do livro… tirei que O sofria de um amor vazio e obsessivo, e no final, finalmente percebeu que se tornara um mero objeto. Preciso conversar contigo a respeito desse livro.

  3. Aeee Parceiraaaa Feliz Ano Novo!!!! Olha, eu espero que você goste de Jane Austen, ainda mais entrando no mundo da escrita dela com a obra favorita de 99% dos fãs da diva. O que me encantou não foi o romance (não tem nada melado, não se preocupe), não foram os mocinhos maravilhosos (tudo bem que eles são meus preferidos ever), mas sim a escrita inteligente dela. Ela não te dá nada de graça, você tem que ler e entender, e as ironias… ah eu sempre me pego dando risadinhas quando leio Austen… a única outra autora que faz isso comigo é a Jo.

    Eu tentei ler O Hobbit duas vezes: uma aos 22 anos (logo após ler O Silmarilion, que considero a obra mais complexa do Tolkien que já li – e adorei!) e outra ano passado. Achei extremamente entediante e não consegui chegar nem na metade… o que me deixa triste, porque eu realmente AMO AMO AMO Senhor dos Anéis, mas a maneira que ele escreveu o Bilbo não me encantou. Espero que tenha mais sorte que eu.

    Acho que você vai adorar 1984 – eu me encantei. Bem, não no sentido literal da coisa, é um livro aterrorizante; mas é genial. Desde que li 1984 quero ler outros do Orwell, mas ainda não consegui. Quem sabe esse ano também? Crônicas de Gelo e Fogo… bem, Tolkien é poético perto do Martin; a narrativa dele é bem crua, então acho que você vai gostar. Eu me desencantei um pouco no quinto livro, tiveram algumas partes que eu pulei descaradamente; acho que ele está enrolando demais e perdeu um pouco da graça pra mim. Mas é uma história incrível, que me deixa pra baixo como poucas conseguem haha.

    Estou contigo em História de O: quero ler tem quase uns 10 anos, quando conheci Damien Rice e ele cita o livro em uma de suas músicas; depois do risinho da Jo então e do que ela falou no evento em Nova York, não vai demorar muito pra eu me render hahaha

    1. Parceiraaaa… Feliz Ano Novo!
      Pois é, estou curiosa para conhecer a diva, então vou começar com o romance preferido da maioria, depois parto para os outros. Saber que não é melado já é um bom começo, mas eu não acreditava que fosse pelo que ouço dizer por aí de ela ter feito livros inteligentes e à frente do seu tempo.
      Bem, ainda não comecei O Hobbit, mas já vi o filme. Gostei muito do filme, acho que até mais do que Senhor dos Anéis porque gostei mais do Bilbo. Será que vamos ser contrárias aqui, Parceira? Te conto quando ler o livro. ^^
      Menina… eu li a História de O e não consigo formar uma opinião… sinceramente, achei que o livro partiu de lugar algum e chegou a lugar nenhum. Para mim, a jornada de O não fez sentido. Foi apenas resultado de amores vazios e obcessivos e, no final de tudo, o que restou para mim foi que ela teve a consciência finalmente de que era um objeto. Nem sei o que pensar. Acho que J.K. riu porque deve ter pensado na inocência (ou ignorância) das pessoas que leem 50 tons e acham lindo… Quando você ler, gostaria de conversar contigo sobre o livro. ^^
      Então, As Crônicas de Gelo e Fogo é um livro que sinto que preciso ler, mas não tenho certeza se vou gostar. Detesto enrolação… e é o que me parece que acontece ali, mas bem, eu não li então ainda não posso dizer nada.
      Beijão 😀

  4. Oi Karen, tudo bem?
    Adorei a sua meta, tem vários livros maravilhosos!
    Eu não faço meta de leitura, quando faço isso me sinto obrigada a ler e perco a vontade rs…
    beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.