Top Ten Tuesday: Dez Mangás Favoritos

ttt2013

 Antes da meia-noite ainda é terça, então vamos à nossa coluna! No Top Ten Tuesday de hoje eu vou listar alguns dos meus mangás favoritos. Já falei de alguns deles aqui, sendo que a maioria dos títulos eu conheci primeiramente pelo anime (desenho animado japonês). Ainda estou devendo a maioria deles, mas calma que pra tudo tem hora. Vamos à lista, então?

Lembrando que o Top Ten Tuesda é um meme semanal do The Broke and the Bookish!

cavaleiros+do+zodiaco+manga110. Os Cavaleiros do Zodíaco, Masami Kurumada: Foi o primeiro mangá que eu li. Já falei dele aqui no blog e, como a maioria dos fãs, eu conheci primeiro pelo anime, com aquela musiquinha cafona (e querida) de abertura. Sim, tem furos no plot, mas é legal mesmo assim.

Os Cavaleiros do Zodíaco - The Lost Canvas #019. The Lost Canvas – Cavaleiros do Zodíaco, Masami Kurumada, Shiori Teshirogi: Uma história paralela que retrata a guerra santa de 200 anos antes da história original. É uma história de universo paralelo, já que a guerra santa anterior é contada em Next Dimension, mas eu achei o plot muito bacana, mostrando para que os cavaleiros de ouro servem (eu acho inclusive muito melhor que a série original).

FRUITS_BASKET8. Fruits Basket, Natsuki Takaya: Eu tive um ataque de choro quando assisti o anime (que é incompleto, aliás) e, em um rompante, quando soube que já era comercializado aqui no Brasil, comprei aproximadamente 13 volumes de uma vez (era uma época boa que eu podia gastar com mangás e que eles eram mais baratos). Também já falei dele aqui no blog e recomendo muito!

Fullmetal Alchemist #017. Full Metal Alchemist, Hiromu Arakawa: Eu já tinha ouvido falar muito de Full Metal, mas quando ele veio para as bancas brasileiras pela primeira vez, não pude adquirir (sofro com isso ainda com Yuyu Hakusho e Samurai X), mas agora veio essa edição especial e… Bem, é meu mais novo queridinho. Até agora estou adorando e esse é um dos únicos mangás que estou lendo ANTES de assistir o anime.

Card Captor Sakura #016. Sakura Card Captors, grupo Clamp: Ai ai ai, Yukito! Alguém aí ainda se lembra de Sakura perseguindo as Cartas Clow? Eu adorava o anime e quando saiu a edição especial do mangá, corri para finalmente ter a minha coleção! A paixonite da Sakura pelo amigo do irmão, Yukito, Kero, o guardião das cartas… E Syaoran! Coisa linda! Vou reler para poder falar dessa série com mais detalhes aqui, estou devendo!

Guerreiras Mágicas de Rayearth #015. Guerreiras Mágias de Rayearth, grupo Clamp: Esse especificamente eu consegui adquirir os doze volumes que foram lançados lá pelos anos 2000 (alguém aí já vendeu passe de metrô pra comprar mangá? Eu já rs! Enfim, Guerreiras Mágicas foi um dos primeiros mangás que adquiri. Eu adorava o anime e queria muito um Mokona pra mim, tanto que agora tenho em pelúcia! Não sabe quem é o Mokona? É esser aqui! rsrs

Love Hina #014. Love Hina, Ken Akamatsu: Esse é um mangá que conheci antes de sua versão em anime (que não foi tão legal para mim quanto o mangá). É aquele típico mangá onde tem um cara não muito sociável, nem inteligente e muito desastrado que vai em busca de seu sonho e entrar na faculdade. Claro que, no caminho, ele tem que trabalhar em um lugar cercado de garotas bonitas. Garantia de boas risadas.

3. Emma, Kaoru Mori: Esse mangá não foi lançado no Brasil. Eu encontrei o anime dele navegando pela internet e decidi procurar o mangá. Só encontrei em inglês, também na internet. Li e gostei muito, tanto quanto o anime. Uma pena não trazerem para o Brasil.

Maid-Sama! #012. Maid-Sama! , Hiro Fujiwara: Esse mangá foi mais recente: Eu já tinha lido um pouco em sites de mangás em inglês, mas quando veio para o Brasil, resolvi adquirir. É um mangá bem bacana, engraçado e romântico!

Colégio Ouran Host Club #011. Colégio Ouran Host Club, Bisco Hatori: Ouran Host Club é muito querido! Ele meio que surge como uma paródia de vários mangás que abordam temas mais, digamos assim, “excêntricos” (pelo menos na época de seu lançamento). Ele explora os elementos clichês de shoujos (mangás voltados para o público feminino) e personagens caricatos. Claro que existe um momento que a história sai um pouco do tom bem humorado para rolar um drama. Adorei!

Alguém aí me recomenda algum mangá para eu adicionar à lista de favoritos?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Mariana Ogawa disse:

    ouran!!!
    fruits baskets!!!
    Maid – sama!!!
    FMA!!! um dos melhores que eu já li
    eu gosto muito da maioria das coisas do CLAMP!
    só abusei um pouco de CDZ (ou SS )

  • Lucy disse:

    Oi, Mariana!
    Eu listei CDZ, mas também abusei um pouco. rsrs Tanto que decidi não ler por enquanto o Saintia Sho, que lançou recentemente.
    Quem sabe em outra ocasião, né?
    Tem outros mangás da Clamp que acompanhei, também gosto muito!
    Bjos

  • Carol disse:

    Love Hina??
    Esse mangá é um dos melhores!
    Li ele faz um bom tempo, altas risadas nas madrugadas!!
    Geralmente eu prefiro os mangás ao invés dos animes. É bem raro eu preferir o anime.
    Por exemplo, Ao Haru Ride, pra mim o mangá dá de 10 a 0 no anime. Já Kuroko no Basket, eu preferi o anime, mas até hoje, que eu me lembre foi apenas ele…
    Recomendações:
    Fushigi Yugi (Não sei se já leu, mas eu amo mangás antigos, eles valorizam bastante a comédia);
    Vagabond;
    E um dos meus favoritos YuYu Hakusho, muita gente conhece o anime, mas eu li todos os mangás duas vezes, porque é simplesmente sensacional!!
    Beijos?

  • Lucy disse:

    Carol, adoro Yuyu! O anime tem a melhor abertura! hahaha Quero muito os mangás!
    E já li Fushigi Yugi! Foi um dos primeiros que li! rsrs Gostei muito, mas tive que me desfazer dos mangás por questão de espaço…
    O lance dos mangás e animes acho que é o mesmo para livros e filmes, né? Os livros sempre serão melhores… rsrs
    Bjos!

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem