Top Ten Tuesday: Dez mundos literários que eu NÃO queria viver

ttt2013

Quinta-feira? O Top Ten Tuesday dessa semana virou Top Ten Thursday! Demorou… mas chegou a tempo do feriado! E o tema é: dez mundos literários que eu NÃO queria viver. Porque né, nem tudo são flores nos livros…

O Top Ten Tuesday é um meme semanal criado pelo blog The Broke and the Bookish!

A República de GileadO Conto da Aia

Com certeza é, de longe, o que eu mais temo (porque é muito real). Uma sociedade na qual as mulheres não possuem nenhum direito e são vistas apenas como procriadoras/escravas sexuais, e a sociedade é controlada pelos homens e com um senso forte religioso. MEDO.

PanemTrilogia Jogos Vorazes (resenhas)

É muito legal ler uma distopia, mas viver em um lugar como Panem… acho que não é tão legal, certo? Viver nos distritos é, claro, o pior, mas viver na Capital também não é tão melhor, é uma vida vazia e cruel.

Derry, MaineIT, a Coisa

Conheça Derry, no estado de Maine, uma cidadezinha no interior dos Estados Unidos, muito tranquila e pacífica, onde, a cada 27 anos, uma entidade toma a forma dos seus maiores medos e COME VOCÊ.

Germânia – Duologia Lobo por Lobo (resenhas)

Imagine que a Alemanha venceu a Segunda Guerra Mundial e Hitler está Vivinho da Silva, governando a coisa toda, criando uma espécie de império chamado Germânia. Não, obrigada.

A Terra Média – Série A Torre Negra (resenha)

Um mundo morto e desértico que está em colapso. Acho que não.

Chicago futurista – Divergente (resenhas)

Nunca fui uma dessas pessoas que olha uma distopia YA e fala “uau, adoraria viver ali, ser fulana/ciclano”. Não quero viver em uma sociedade controlada, escolher uma facção em que eu só posso ser corajosa ou super inteligente e virar marionete (se bem que né, sabe-se lá se a gente já vive assim…).

Metrópole/O Deserto – Duologia Metrópole (resenha)

Aqui, ou você é super inteligente e controla seu QI o tempo todo – e também é uma marionete do governo – ou você vive no estilo Mad Max no deserto. Parece bem ruim para mim. (Mas existem os patrulheiros, que cuidam da cultura antiga e não se metem na briga, o que parece melhor.)

Hak Nam – A Cidade Murada (resenha)

Uma favela cercada por muros na China, onde se convive diariamente com a extrema pobreza, tráfico de drogas e de pessoas e violência. Bastante horrível.

EUA com zumbis – A Passagem (resenha)

Acho que o título é explicativo – ler sobre zumbis é legal, viver com eles, nem tanto.

EUA onde não se pode abrir os olhos – Caixa de Pássaros (resenha)

Já pensou não poder abrir os olhos mais porque se você faz isso, mata todo mundo ao seu redor e depois se mata? CREDO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Compartilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


  • jis rocha disse:

    Olá
    Realmente são mindos onde não gostaria de viver. Dos livros que eu li ,tem o livro Fome, que fala de um apocalipse zumbi,não tenho fama de TWD, então seria um fracasso nesse mundo kkkkkk.
    Gostei do seu post e vou passar longe desses mundos. Apesar de não ser um bom lugar para se viver, tenho alguns desses livros anotado no meu caderno para leituras no futuro.
    Bjus

  • Clayci Oliveira disse:

    Aquele medo de viver na terra média hahaha
    Mas acho que seria pior viver no mundo de A Caixa de Pássaros. Só de ler eu fiquei agoniada com a personagem sofrendo (grávida para fazer as coisas sem abrir os olhos.. imagine só VIVER isso.. =/

  • Debyh disse:

    Olá,
    Quanto lugar aterrorizante O.O
    Eu acho que o pior pra mim (de longe) é A República de Gilead no Conto da Aia. Caixa de Pássaros apesar de ser assustador ainda assim parece ser melhor que a submissão feminina no Conto da Aia.

  • Larissa Zorzenone disse:

    Essa noite eu sonhei com a república de Gilead e acordei num desespero que não sei nem explicar. Rapaz… Foi trash. Acho que nenhum livro distópico a gente lê e pensa: queria viver aqui. Não, obrigada. Dispenso. Eu tenho mutia vontade de ler Caixa de Pássaros. Deve ser uma leitura bem interessante, já que o narrador não tem a visão.

    Vidas em Preto e Branco

  • Viviane disse:

    Oi Karen, tudo muito assustador mesmo, mas acho que o pior, é não poder abrir os olhos, o resto, a gente até dava um jeito, mas não gostei de me imaginar vivendo em nenhum destes lugares. Ótima postagem.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

  • Dayhara disse:

    É quase impossivel nao sentir medo do nosso futuro após ler ou ver o conto da Aia, nosso coração pulsa com a realidade ali e o futuro politico assombra ainda mais, ne?

  • Alice disse:

    Oiii Karen

    Da tua lista “conheço” a Chicago futurista, Hak Nam e também Panem. Olha das três acho a Chicago um pouco menos pior, porque ninguém merece mesmo os outros.

    Beijos

    http://www.derepentenoultimolivro.com

  • Marijleite disse:

    Olá, amei essa sua lista e super concordo, não queria viver em nenhum desses lugares de jeito nenhum (nem consigo escolher o mais aterrorizante)!

  • cabine de leitura disse:

    Realmente nem tudo são flores no mundo dos livros e você acredita que de tudo que você mencinou eu só conheço o mundo de Caixa de Pássaros, que me dá arrepio só de pensar na situação de se viver com os olhos fechados para se manter viva.Mas tenho que admitir que nada pode ser mais assustador que viver em um regime onde quem comanda é Hitler, provavelmente eu seria umas das primeiras a ir pro saco rsrs (rindo de nervoso).
    Gostei bastante da postagem e se me permitir quero fazer algo assim na Cabine.

  • Karen disse:

    Claro que pode fazer um post com o mesmo tema na Cabine! Fico feliz que tenha gostado. Obrigada! :)

  • Ana Claudia de Oliveira Machado disse:

    Olá,

    Adorei a ideia do quadro, não li muito dos livros que você falou, então não conheço todos os locais, mas se tem dois locais que com certeza absoluta não conseguiria viver seria em Derry e na República de Gillead tô fora desses dois.

    Beijos e parabéns pelo top 10

  • Camila de Moraes disse:

    Olá!
    Adorei seu top 10.
    Como só li Caixa de Pássaros, esse certamente não seria um mundo literário que não gostaria de viver. Eu fiquei agoniada com os personagens de olhos fechados, imagino como seria viver assim, sem poder contemplar a beleza de cada dia.
    Beijos!

  • Tatiany Salazar disse:

    Adorei o post. Realmente tem muitas coisas nos livros que não são flores.
    Dos livros citados só li divergente e não gostaria de viver nesse mundo nunca mesmo kkkkkkkk
    Adorei o post. e fiquei curiosa para conhecer vários livros que vc citou.

  • Nina Spim disse:

    Oi, tudo bem? Adorei a TAG! Desses, eu só li O conto da aia, Jogos vorazes e Divergente e, em disparada, escolheria não viver na República de Gilead, apesar de acreditar que nós, mulheres, já vivenciamos um pouco dessa trama, infelizmente.

    Love, Nina.
    http://www.ninaeuma.blogspot.com

  • Cibele Gonçalves Morales disse:

    Adorei o post, super criativo. ❤❤
    Não ia querer viver nesses cenários também. Rs
    O livro que estou lendo é Ceifador de anjos, não iria querer estar nessa história, só se fosse como detetive do caso. Rs
    Beijos!

  • Ana Caroline C. dos Santos disse:

    Olá, tudo bem? Com certeza concordo com você com Panem, Gêrmania e Chicago HAHAHAHAHAH são mundos que com certeza morreria na primeira oportunidade e deve ser bem sofrido viver. Os outros não conheciam mas fiquei bem curiosa com o porquê de cada um. Adorei a postagem!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

  • Jessica Christina disse:

    Ahh, eu não ia querer participar do mundo de Caixa de Passaros também, tô de boa! Hahahha. Nem Jogos Vorazes, Game of Thrones… prefiro ficar em casa mesmo hahaha

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem