Top Ten Tuesday: Rewind!

O Top Ten Tuesday de hoje nos dá a opção de escolher qualquer dos temas utilizados anteriormente. Depois de muita deliberação, resolvi dedicar meu espaço nessa terça-feira às capas dos livros. Desde pequena eu ouço falar que não devemos julgar um livro por sua capa (e sim, eu sei que muitas vezes não querem dizer literalmente) mas será que conseguimos? Quantas vezes vocês compraram ou deixaram de comprar um livro por causa de sua capa? É por isso que hoje estou aqui pra postar as minhas 10 Capas Favoritas!

1. O Circo da Noite, Erin Morgenstern (Resenha)

Não teria como ser diferente: minha paixão por O Circo da Noite foi à primeira vista, como vocês podem ler na resenha. Me apaixonei perdidamente pela capa, tanto que nem me importava sobre o que seria a história. I mean, como que um livro com uma capa simplesmente perfeita como essa poderia ser algo menos do que encantador? Não me decepcionei e O Circo da Noite definitivamente entrou para o círculo dos meus livros favoritos, assim como sua capa.

2. Spell Hunter, R.J. Anderson (Resenha)

Ao contrário de Circo, não me apaixonei pela capa do primeiro livro da série Faery Rebels à primeira vista. Mas depois de ler a história linda de Knife e Paul, não pude deixar de incluir a capa aqui. Isso porque Spell Hunter mantém o padrão de capas de livros Young Adult e ao mesmo tempo me passa a sensação de que a garota da capa possuí algo sobrenatural, sem ser particularmente assustadora ou especialmente bonita. É uma capa que certamente faz jus ao livro!

3. Dash & Lily’s Book of Dares, Rachel Cohn e David Levithan (Resenha)

Essa capa me leva de volta à Manhattan no inverno, me enche de boas memórias e sentimentos positivos. Ela é perfeita para a história que o livro conta, e eu sou simplesmente apaixonada tanto pela capa quanto pela história de Dash, Lily e seu pequeno caderno de desafios!

4. A Garota que Perseguiu a Lua, Sarah Addison Allen

Sim, eu sei que no Brasil a capa é diferente – e eu também a acho bonita – mas a versão americana de capa dura é a mais encantadora pra mim, a que mais se encaixa com a história. É também a capa que me chamou atenção para Sarah Addison Allen, que tornou-se minha autora de cabeceira desde então. A imagem de Emily em seu vestido vermelho de pés descalços perseguindo as luzes misteriosas sob à luz do luar é simplesmente encantadora!

5. A Menina que Roubava Livros, Markus Zusak (Resenha)

Nada a declarar, simplesmente admirem a beleza que é a capa – e o livro!

6. Fracture, Megan Miranda

Eu me apaixonei pela capa de Fracture desde a primeira vez que o vi, e minhas tentativas de esperar o preço abaixar um pouco foram frustradas: mês passado eu trouxe meu exemplar pra casa, e embora ainda não tenha lido, ele está em um lugar especial na minha estante, onde eu posso admirá-lo à distância. O mistério da floresta atrás do pequeno lago e da garota que parece sair de seu próprio corpo dão um toque mais do que especial à essa capa, e eu não vejo a hora de ler a história!

 

7. Harry Potter and the Deathly Hallows, J.K. Rowling

Até parece que eu não colocaria uma capa de Harry Potter aqui, né? E é claro que teria que ser Deathly Hallows. Talvez essa não seja minha capa preferida número 1 da série, mas é a que mais tem significado pra mim. Me lembro como se fosse ontem as teorias, as análises, a espera, a leitura, o choro, o vazio… não tem jeito. Deathly Hallows fechou minha série preferida ever com chave de ouro e por isso SEMPRE terá um lugar mais do que especial na minha estante, nas minhas listas e no meu coração.


8. Hotel on the Corner of Bitter and Sweet

Esse é outro livro que ainda não li, mas que namoro a capa faz um bom tempo. Jogo com palavras, chuva e guarda-chuvas? Me conquistou de cara! Infelizmente ainda vai levar um bom tempo para que eu coloque minhas mãos nessa belezinha, mas ele definitivamente está na minha lista de “livros para se ter na estante independente da história ser boa ou ruim”.

9. Firefly Lane, Kristin Hannah

Firefly Lane foi o primeiro livro de Kristin Hannah que eu li (não parei desde então), e eu o comprei por causa da capa. Quero dizer, a história me atraiu também, mas foi a capa que me chamou a atenção. Os tons de azul, as duas amigas no plano de fundo, os vaga-lumes em todo canto. Me passou a impressão de ser um livro mágico, e embora ele não seja de fantasia, contém meu tipo de magia preferida: amizade.

 

10. Paper Towns, John Green (Resenha)

Paper Towns não é meu livro favorito de John Green. Não está nem no círculo de livros que eu gosto muito e releio sempre. Confesso que o achei meio blah – tão blah quanto John Green pode ser, é claro – mas essa capa, ah essa capa! Talvez por eu ter uma sede de viagens quase tão grande quanto minha sede de leitura, a capa de Paper Towns não poderia deixar de estar nesse Top Ten! O mapa, a tachinha marcando um lugar, o título colocado como se fosse o nome da cidade… simplesmente linda!

E vocês? Quais suas capas favoritas? Tem algum livro cuja capa vocês amam mas que detestaram a história?

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Carolina disse:

    Boa tarde Vania, tudo bem? Eu já cometi o pecado de comprar o livro pela capa sim. Felizmente, nos casos em que eu fiz isso (viu o plural né? rsrs), eu acabei me dando bem. Um dos livros que eu comprei pela capa foi química perfeita, paguei super barato na época e adorei o livro. Uma série que tem capas que eu considero linda, é a série Godness (acho que escrevi certo, senão, me desculpem), da P. C. Cast. A propósito, os livros dela tem capas bonitas, nem todas são lindíssimas, mas são bonitas. Do seu top 10, achei todas lindas, mas me encantei pela capa 2, muito fofa. Amei. Beijos

  • Karen disse:

    Ah, que lindo isso que você falou da amizade, Parceira, até me emocionei aqui. 🙂 Uma das magias mais belas, e outra é a que você usou aqui nesse post: a magia das palavras.
    Fiquei lembrando das inúmeras teorias que fazíamos quando divulgavam as capas de Harry Potter, e em DH foi o ápice. Tantas e tantas especulações por causa de uma capa!
    A primeira capa que eu também lembrei, como você, foi de O Circo da Noite. Mas A Menina que Roubava Livros, ah, que perfeição, linda linda linda demais também.
    E achei lindíssima essa capa de Firefly Lane. Realmente instiga a, se não ler, guardar na estante. 😉

  • Lany disse:

    E todo mundo adora falar sobre capas! Eu e a Lucy ja fizemos tambem, agora so falta a Mi e a Kakazinha rs!
    Adorei as capas que voce escolheu! Lindas, cada uma no seu estilo. A de Firefly Lane eu não conhecia e os vaga-lumes ficaram tão lindos na capa! *-* A de Fracture eu também não conhecia e confesso que fiquei curiosa para ler. Leia e me diga se é bom hahaha!

  • Lucy disse:

    Gostei mto da capa de Fracture e Paper Towns. Inclusive, eu acho q vou gostar bastante desse último. Eu tenho que tomar cuidado com as capas, pq são mto sedutoras. hehehehe Já peguei cada livro… u__u

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem