TTT: Top 10 Livros que Lidam com Assuntos Fortes

ttt2013

 

Oi gente! Demorou mas o Top Ten Tuesday de hoje saiu! O tema dessa semana é livros que lidam com assuntos fortes. Quando peguei esse tema, confesso que xinguei baixinho achando que seria difícil escolher 10 livros; eu estava preparada pra adicionar à minha lista alguns livros que sei que tratam de temas complicados, mas que ainda não li. Minha surpresa foi grande quando minha lista inicial tinha mais de vinte volumes, e precisei cortar mais da metade. Abaixo então se encontram os livros que eu li e que acredito lidarem com temas fortes mas que precisam ser mais lidos, sobre os quais nós precisamos ter conhecimento.

quando_voce_voltar_kristin_hannahQuando Você Voltar, Kristin Hannah

Independente de qual guerra, esse é um assunto pesado pra mim, especialmente se o livro te leva pra dentro do que acontece nos acampamentos, nas batalhas. Enquanto Jolene vivia os horrores da guerra, ela pintava um mundo cor de rosa pra família que esperava por ela, e seu marido tentava aprender a cuidar dos próprios filhos. É quando ela volta para casa quebrada – tanto fisicamente quanto psicologicamente – que a verdadeira batalha começa: como tentar levar uma vida normal depois de ver e viver tantos horrores?

morte_subitaMorte Súbita, J.K. Rowling [x]

O que dizer de Morte Súbita? Ele é um dos meus livros favoritos, e não só por ser de J.K. Rowling. Ele lida com assuntos bem fortes e polêmicos, como drogas, estupro e desigualdade social, mas há outros temas importantes abordados nas laterais: saúde, problemas em relacionamentos, pais que não aceitam seus filhos, e violência doméstica, só para citar alguns. O que eu mais gosto em Morte Súbita é que ele não tenta dar nenhuma lição de moral e nem oferece nenhuma solução: ele joga os problemas na tua cara e te faz pensar sobre eles, tentar localizar aquilo na tua vida.

a_noiteA Noite, Elie Wiesel

Mais um livro sobre guerras, dessa vez a pior de todas: II Guerra Mundial. Esse é o livro mais cruel que já li sobre o assunto, pelo fato dele ser o relato de um sobrevivente. Elie Wiesel era um jovem garoto que foi levado juntamente com sua família para um dos campos de concentração nazistas, e A Noite relata suas experiências desde o momento em que foi capturado com sua família até o momento em que foi solto, sozinho. Elie Wiesel recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1986.

speakSpeak, Laurie Halse Anderson

Apesar de Speak não ser uma história real como A Noite, é a história de milhares de mulheres que são vítimas de estupro todos os dias e são silenciadas. Após ter sido sexualmente abusada em uma festa, o comportamento de Melinda muda radicalmente e ninguém desconfia o que aconteceu. O mais interessante é que a Laurie comentou uma vez que vários leitores que ela conheceu ao longo dos anos diziam pra ela que não sabiam que era estupro se a menina estava bêbada ou inconsciente, e é por isso que eu acredito que livros como esse são importantes; eles não são fáceis de ser lidos, mas são extremamente necessários para nossa sociedade.

precisamos_falar_sobre_kevinPrecisamos Falar Sobre o Kevin, Lionel Shriver [x]

Esse é um livro bem interessante, que lida com um massacre em uma escola norte-americana. No entanto, ele não é uma abordagem da personalidade do assassino, ou dos fatos como eles aconteceram: ele é narrado em forma de cartas pela mãe de Kevin e conta praticamente toda a sua vida, desde os motivos que levaram ela e o marido a resolverem ter filhos, pela sua gravidez e infância de Kevin.

13_porquesOs Treze Porquês, Jay Asher [x]

Suicídio é um tema extremamente sério e Os Treze Porquês me conquistou de cara por termos acesso à mente de Hannah – a garota que se suicidou há duas semanas. Pra mim o que torna esse livro importante é a mensagem que ele passa de que cada atitude que nós temos afeta – positava ou negativamente – a vida daqueles ao nosso redor.

19841984, George Orwell [x]

O que dizer de 1984? É a distopia das distopias, e aquele final mexeu demais comigo. Eu acredito que 1984 é uma leitura obrigatória para toda e qualquer pessoa, e que apesar de ter sido escrito em 1948 continua tão importante agora quanto naquela época. A Nívia fez uma resenha maravilhosa desse livro que vocês podem ler aqui.

espera_milagreÀ Espera de Um Milagre, Stephen King

Esse foi o primeiro – e único – livro que li do Mestre King até hoje, e ele me fez chorar. Eu sempre fui contra a pena de morte e ler um livro no qual um homem inocente é executado injustamente foi muito difícil. É uma história cativante, comovente e importante, e embora o filme seja maravilhoso, o livro vale muito, mas muito a pena!

princesaPrincesa, Jean Sasson

Essa é a história de Sultana, uma princesa na Arábia Saudita. Ela é extremamente rica e bonita, o epítome do que muitas mulheres aspiram ser. Mas ela não é livre: ela é oprimida por seu pai, seu marido, seus filhos, pela sociedade patriarcal na qual ela vive. O que torna essa leitura difícil de engolir? É uma história real. É muito fácil pra gente se fechar no nosso próprio mundo e presumir que todos nasceram com os mesmos privilégios que nós temos, e Princesa abriu meus olhos para uma realidade completamente diferente.

estrelasA Culpa é das Estrelas, John Green [x]

É necessário dizer alguma coisa? Vocês sabem que eu sou fãzona do John Green antes sequer de ter lido um único livro dele por causa dos Vlogbrothers, e quando li Alaska pela primeira vez, caí de amores pela escrita dele e devorei todos os seus livros rapidamente. Por isso quando eu digo que A Culpa é das Estrelas é o melhor livro de John Green até hoje, eu não estou falando levemente; eu realmente acredito nisso!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


  • Karen disse:

    Nossa, que lista fantástica! Alguns livros eu já li e realmente tratam de coisas muito difíceis. Kevin e À espera de um milagre são quase brutais… E A Culpa é das Estrelas eu li no pior momento da minha vida e, ironicamente, era também o melhor momento para lê-lo.
    Fiquei muito curiosa com Speak: já li Garotas de Vidro, da mesma autora (que também trata de um tema forte, os distúrbios alimentares) e foi muito bom, então certamente Speak também deve ser. Princesa também parece ser impressionante… se tu curtiu, com certeza acho que gostaria de A Cidade do Sol, que segue a mesma linha, mas é de ficção. É muito tocante.

  • Vania disse:

    Eu tenho receio com Cidade do Sol porque não consegui sequer chegar à metade de O Caçador de Pipas (mas minha mãe leu recentemente e disse que acha que agora eu conseguiria ler). Eu gostei muito de Speak, especialmente porque o livro se passa praticamente sem diálogos: a protagonista não consegue falar. E por que ela falaria, não é mesmo, se ninguém acreditaria nela? É um tapa na cara muito grande, e eu acho que todo mas simplesmente TODO jovem garoto deveria ser OBRIGADO a ler esse livro.

  • Lucy disse:

    O único da lista fi A culpa é das estrelas. Faz tempo que vejo Os 13 porquês e fico curiosa em saber como é o desenrolar da história. E Speak também, embora pareça bem assustador. Eu li um livro da mesma linha de Princesa e também fiquei muito chocada. Era uma sociedade em que as mulheres eram mutiladas, como forma de “circuncisão feminina”. Muito triste.

  • Vania disse:

    É triste né, Lu? Se fosse ficção, a gente ainda conseguiria engolir, mas isso acontece de verdade, e isso é difícil aceitar. Mas informação é o primeiro passo para tentarmos mudar alguma coisa nesse nosso mundo maluco…

  • Renata disse:

    Às vezes eu fico com receio de ler esses tipos de livros porque eu não quero me sentir mal depois, afinal são assuntos fortes e reais.
    Mas por outro lado eu sei que é importante conhecermos a realidade em que vivemos, e que esses tipos de coisas narrados nos livros, infelizmente, são reais.
    Pretendo ler muito mais livros desse tipo e suas recomendações me pareceram ótimas. Da lista eu só li “A Culpa é das Estrelas” (amei e chorei) e estou lendo Morte Súbita.

  • Vania disse:

    Oi Renata. Eu me sinto exatamente como você quando se tratam de livros com temas fortes, e por isso sempre olho a premissa do livro. Geralmente se ele é muito gráfico, eu tenho mais problemas em começar a leitura, embora seja difícil que eu largue o livro após ter começado a ler. Se você tem receios, recomendo que comece pelos livros considerados Young Adult: dessa lista eles são Speak, Os 13 Porquês, e A Culpa é das Estrelas que você já leu. Realmente valem a pena!

    Beijos

  • Rangel Lobo disse:

    Gostei do post, o que falar desses 10 livros sensacionais, já li Morte Súbita da minha autora favorita J.K. Rownling, A culpa é das estrelas do meu também autor favorito e o que dizer de À Espera de Um Milagre….Excelent! =)
    Dos que me interessei em ler são 1984 e Precisamos Falar Sobre o Kevin que são os livro que venho a algum tempo querendo ler…e os outros fiquei conhecendo agora, e gostei!
    Até a próxima!
    Abraços!!! =)

  • Vania disse:

    Oi Rangel! Ahhh os dois Jotas também são meus favoritos! Amo, amo, amo!! 1984 mexeu demais comigo, e Precisamos Falar Sobre o Kevin é maravilhoso!

  • Top Ten Tuesday: Top 10 Temas de Top Ten Tuesday « Por Essas Páginas disse:

    […] melhores lembranças literárias, Dez Livros que Me Fizeram Chorar e, mais recentemente, Dez Livros que Lidam com Assuntos Fortes e Dez melhores/piores […]

PREENCHA OS CAMPOS ABAIXO PARA DEIXAR SEU COMENTÁRIO




Mensagem